A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

domingo, 27 de julho de 2008

Só faltou um gol...

Zé Carlos tenta a jogada no ataque
Foto: Lance

Torcedores do Glorioso,
Eu vi de tudo no clássico de hoje no Maracanã, aliás, tudo não, faltou o gol, mas não oportunidades. Ambos os times tentaram marcar o seu golzinho, Wellington Paulista, Diguinho, Carlos Alberto e Túlio, foram os que tentaram para o Botafogo. Pelo lado do Flamengo, Obina e Éder pararam em Renato Silva e Castillo, respectivamente. A soma de tudo isso não saiu do injusto 0 a 0.

Com certeza o torcedor cardíaco não resistiu ao clássico com maior rivalidade nos últimos tempos no Rio de Janeiro, emoções não faltaram. O técnico do Botafogo era Ney Franco, ex-treinador do Flamengo, que fez em 2007 o Botafogo de vítima na conquista do carioca. Antes do clássico, os jogadores do Fla foram abraçar o treinador do Bota.

Na primeira etapa o ataque era predominantemente rubro-negro, o Botafogo sofria nas investidas, principalmente de Obina. O "Anjo Negro" quase marcou no fim da primeira etapa após limpar Castillo e chutar para o gol, Renato Silva salvou o fogão. Ao Botafogo faltava algo mais, o maestro Lúcio Flávio foi barrado pelo técnico Ney Franco, Jorge Henrique entrou em seu lugar. Isso era exatamente o que faltava ao alvinegro, no intervalo Lúcio entrou para saída de Zé Carlos.

Aos corneteiros de Lúcio Flávio, restou baixar a cabeça e se render ao talento do craque, com o maestro em campo, o Bota começou a criar as jogadas e ter as melhores oportunidades. E afirmo, sem Lúcio Flávio, o fogão é um time completamente diferente, sem criação.

O atacante Wellington Paulista ficou mais um jogo sem marcar, mas acertou um bola na trave de Diego. O goleiro do Fla, aliás, salvou uma cabeçada de Jorge Henrique a queima roupa, antes disso, o camisa 7 alvinegro já havia perdido uma oportunidade quando Fábio Luciano salvou sobre a linha. O time do Flamengo caiu muito de produção no campeonato depois da venda de alguns atletas, e aquela história de "brasileiro é obrigação" já está ficando para trás, enquanto o Botafogo está num crescimento visível. No mais, o Botafogo deixou de somar mais dois pontos na tabela de classificação e encara o Goiás, na próxima rodada, no Engenhão.


FLAMENGO 0 x 0 BOTAFOGO

Cartões amarelos: Triguinho, Jorge Henrique (BOT); Obina, Cristian (FLA)Público: 35.915 pagantes.Renda: R$ 586.731,00 - Estádio: Maracanã. Data: 27/07/2008. Árbitro: Sálvio Spínola Fagundes Filho. Auxiliares: Ricardo Maurício de Almeida e Ediney Guerreiro Mascarenhas

Flamengo: Diego, Leo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Jailton, Cristian, Jônatas (Kleberson) e Ibson; Maxi (Éder) e Obina (Paulo Sérgio). Técnico: Caio Júnior

Botafogo: Castillo, Alessandro, Renato Silva, André Luis e Triguinho; Túlio (Gil), Diguinho, Zé Carlos (Lucio Flavio) e Carlos Alberto; Jorge Henrique e Wellington Paulista. Técnico: Ney Franco.

Um comentário:

Sobre o Futebol Carioca disse...

é verdade , só faltou o o Gol.
os 2 times jogaram muito bem.
parece q daki a poko o ataque do flamengo vai melhorar. acho q vem ai Vandinho, joga bem, quero ve se no flamengo vai jogar bem

abraços
Léokope