A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

sábado, 5 de julho de 2008

LÍDER ECONÔMICO

Flamengo é econômico e vence o Náutico por 3 a 0, no Maracanã
Foto: O Globo

Torcedores do Mais Querido do Brasil!

Que time é esse!? Náutico!? Nem eu vi, muito menos o Flamengo, que foi econômico e goleou por apenas 3 a 0. Léo Moura, Marcinho e Kléberson fizeram um gol cada um. Sob o olhar do Rei Zico e da Maior Torcida do Mundo que esteve presente no Maracanã, os guerreiros da Gávea desfalcados de seu general Fábio Luciano e do estrategista Ibshow, não deram importância e deixaram o Naútico aflito.

O Flamengo partiu pra cima do Timbu, tinha maior posse de bola, mas não assustava o goleiro Eduardo. O xodó Obina, que ganhou a vaga de titular deixada por Souza, sofreu pênalti não assinalado pelo árbitro Jailson Macedo Freitas aos cinco minutos.

Aos 11, Renato Augusto encontrou o lateral Léo Moura, que encobriu o goleiro e abriu o placar para o rubro-negro. Fla 1 a 0.

Aos 13, o atacante Obina venceu na corrida o zagueiro e tocou para o camisa 22 Marcinho, que desperdiçou. Mas, cinco minutos depois, após confusão na área, a bola sobrou nos pés de Marcinho que não perdoou e marcou o segundo gol, se igualando na artilharia da competição com Guilherme (Cruzeiro) e Alex Mineiro (Palmeiras).

Com um ínicio de jogo arrasador, o time deixou o Náutico desorientado no Maior do Mundo. Entretanto, quem se aproximou de marcar foi o Timbu. Aos 35, Geraldo cobrou uma falta com força e a bola explodiu no rosto do goleiro Bruno que desabou no gramado.

Aos 44, Obina teve a chance de ampliar, depois do cruzamento do lateral Léo Moura, mas a cabeçada saiu fraquinha, facilitando a defesa do goleiro Eduardo.
O segundo tempo começou morno, assim como a torcida que só acompanhava a partida. Aos sete minutos, depois do cruzamento de Wellington, Rui "Cabeção" quase converteu em gol, mas foi derrubado por Bruno. O Náutico reclamou de pênalti, mas o árbitro mandou seguir o jogo. Aos 15, Kléberson recebeu e chutou colocado, balançando a rede adversária. Fla 3 a 0.

Com o resultado garantido, o técnico Caio Júnior propôs modificações. Souza, Jônatas e Diego Tadelli entraram na vaga de Obina, Renato Augusto e Marcinho, respectivamente.

O Flamengo ainda teve a chance de marcar o quarto com Souza aos 43 minutos, mas o atacante demorou muito e não soube aproveitar a chance.
Enfim, em uma noite fria de inverno, mais de 47 mil torcedores saíram satisfeitos do estádio com a cicatriz da Libertadores curada, fato que para os tricolores ficará exposta por muito tempo, talvez para a eternidade.

O Mengão é líder isolado, com 22 pontos, e enfrenta na próxima quarta-feira o Atlético-MG, no Mineirão, com transmissão da Rede Globo, às 21h45min. Todavia, o "Harry Potter" não poderá repitir a formação, pois Cristian e Léo Moura estão suspensos. Luizinho e Toró devem substituir os "nervosinhos". Vamos depenar o Galo dentro de seu caldeirão!


Por fim, deixo uma mensagem: "Tricolor pode chorar, Libertadores é para quem tem tradição! A Série C é seu lugar. Eu sou Flamengo 30 vezes campeão!"


Ficha técnica:
FLAMENGO 3 x 0 NÁUTICO

Cartões amarelos: Leonardo Moura (F), Ruy (N), Cristian (F) e Geraldo (N), Eduardo (N), Paulo Almeida (N), Helton (N).
Público: 44.434 pagantes.
Renda: R$ 743.521,00.
Estádio: Maracanã.
Data: 05/07/2008.
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA).
Auxiliares: Adson Marcio Lopes Leal (BA) e Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA).

FLAMENGO: Bruno (7.5), Léo Moura (9.0), Dininho (7.5), Ronaldo Angelim (7.5) e Juan (8.5); Jailton (7.0), Cristian (7.0), Kleberson (7.5) e Renato Augusto (7.0) (Jônatas - 6.5); Marcinho (8.0) (Diego Tardelli - 6.0) e Obina (7.5) (Souza - 6.0).

NÁUTICO: Eduardo, Ruy, Vágner, Luizão e Itaqui (João Paulo); Radamés (Paulo Santos), Paulo Almeida, Hélton e Geraldo; Felipe (Gilmar) e Wellington. Técnico: Leandro Machado.



VIDEOBLOG
GOLS DO MENGÃO


Nenhum comentário: