A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Pura ilusão

Wellington Paulista voltou a marcar pelo Bota.
Globoesporte.com

Torcedores do Glorioso,
O Botafogo foi ao estado de São Paulo encarar o Santos. Vários fatores chamavam a atenção para este confronto, os mais importantes estavam no banco dos times. Cuca, ex-treinador do Botafogo, iria encarar seu ex-clube pela primeira vez após sua saída, no lado carioca, a estréia de Ney Franco.

O glorioso começou com uma garra impressionante, parecia que o novo treinador tinha dado um novo incentivo ao time, e foi assim mesmo que Ney Franco analisou a partida no intervalo, quando o Botafogo vencia por 2 a 0. O primeiro gol saiu logo aos quatro minutos, após falta na entrada da área, Zé Carlos e Lúcio Flávio fizeram jogada ensaiada e o camisa 11 deu o chute fatal. Zé Carlos, Botafogo 1 a 0.

O Bota seguia melhor após o jogo, e o time da casa mostrava uma fragilidade na defesa, a má fase de ambos os times estava cada vez mais presente e a impressão de que um gol estava próximo fez-se real aos 17 minutos. Thiaguinho cruzou da direita e Wellington Paulista bateu bonito de pé esquerdo, um golaço, espantando cada vez mais o jejum de gols. Botafogo 2 a 0.

O Santos mostrou que não estava morto no jogo e seguia atacando, a torcida do peixe, mesmo com o placar desfavorável, continuava apoiando o time, que naquele momento, era o lanterna do campeonato. Fabão lançou Tiago Luís que contou com falha da defesa do Botafogo para sair de frente com Castillo, mesmo atrapalhado na defesa, o goleiro uruguaio impediu o desconto do Santos.

Depois foi a vez do Botafogo perder uma chance incrível, Wellington Paulista lançou Jorge Henrique que de cara com Fábio Costa praticamente atrasou a bola para o goleirão do Santos. O time da casa queria sair em vantagem nas oportunidades perdidas, Adriano tocou para Lima que conseguiu jogar a bola por cima do gol de Castillo. O primeiro tempo ficou no 2 a 0.

O segundo tempo veio e Cuca resolveu colocar Kléber Pereira em campo, poucos sabiam que nesta alteração estava a reação santista. O primeiro ataque foi do Botafogo, com um chute de Zé Carlos para fora. O Santos era melhor na partida e a bola simplesmente não entrava, a sorte estava do lado dos cariocas.

O Bota conseguiu segurar a vantagem de dois gols de diferença até os 36 minutos, quando Kléber Pereira descontou, nada que abalasse o glorioso que seguia em vantagem, mas sem atacar. O Botafogo levou o segundo, outra vez com Kléber Pereira, o atacante driblou Castillo e empurrou para o gol. 2 a 2.

O inesperado, pelo primeiro tempo que o Bota fez, aconteceu. Pelo menos foi um empate fora de casa, mas a verdade é que o Botafogo deixou de ganhar dois pontos e ainda tem pesadelos com a zona de rebaixamento, no lado do Santos, Cuca segue sem vencer. Como no Botafogo desgraça pouca é bobagem, o time ainda foi goleado por 6 a 0 pelo Young Boys(SUI) na estréia da OBI cup.

SANTOS 2 X 2 BOTAFOGO

Local: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data-Hora: 13/7/2008 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Alicio Pena Júnior (Fifa-MG)
Auxiliares: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Marcio Eustáquio Santiago (MG)
Renda/Público: R$ 104.790,00 / 10.088 pagantes
Cartões Amarelos: Roberto Brum, Maikon Leite e Michael (SAN); André Luis, Túlio Souza e Lucio Flavio (BOT)
Gols: Zé Carlos, 4'/1ºT (0-1); Wellington Paulista, 18'/1ºT (0-2); Kléber Pereira 34/2ºT (1-2) e Kléber Pereira 41/2ºT (2-2)

SANTOS: Fabio Costa, Apodi, Fabão, Domingos e Michael; Adriano, Roberto Brum (Robinho, 25'/1ºT), Kléber e Tiago Luís (Kléber Pereira - intervalo); Maikon Leite e Lima (Molina, 15'/2ºT) - Técnico: Cuca.

BOTAFOGO: Castillo, Thiaguinho (Túlio Souza, 11'/2ºT), Renato Silva, Andre Luis e Triguinho; Túlio, Diguinho, Lucio Flavio e Zé Carlos; Jorge Henrique e Wellington Paulista (Alexsandro, 27'/2ºT) - Técnico: Ney Franco.

Nenhum comentário: