A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Barrado no Barradão

O destaque Ramón cria outra jogada
Foto: Eduardo Marttins/Agência A Tarde


Torcedores do Glorioso,

Depois da vitória sobre o Grêmio, o Botafogo ganhou um ânimo a mais para disputar o brasileirão. O adversário de hoje era o surpreendente Vitória, o fogão contava também com a volta dos zagueiros Ferrero e André Luís. Esse úlitmo foi suspenso num jogo contra um time do Nordeste quando o Botafogo foi goleado por três gols de diferença. Coincidências à parte, o Botafogo voltou a ser goleado por um nordestino, e também com três gols de diferença. 5 a 2.

Essa "nova" defesa do Botafogo mostrou ao que veio logo aos cinco minutos, Williams fez jogada pela ponta, deixou Zé Carlos caído e rolou para Marquinhos, sem marcação, chutar por cima da meta. O Vitória chegou novamente aos 11 minutos, desta vez foi fatal, Marquinhos veio pela ponta direita e Ferrero o derrubou, pênalti. Ramón bateu, Castillo ainda tocou na bola mas não conseguiu evitar. Vitória 1 a 0.

O cheiro de chocolate começou a surgir aos 13 minutos, Marquinhos tocou para Ramón, o meia driblou André Luís com facilidade e chutou para ampliar. Vitória 2 a 0. A defesa do Botafogo voltou a dar espaços para o rubro-negro baiano e o incansável Marquinhos perdeu outra oportunidade incrível.

O Bota esboçou uma reação aos 24 minutos, quando Jorge Henrique foi derrubado dentro da área e sofreu pênalti. Lúcio Flávio bateu para converter e manter os 100% de aproveitamento em cobranças de pênalti. Vitória 2 a 1. Dez minutos depois os baianos ampliaram, novamente ele, Marquinhos, dá passe para Marcelo Cordeiro invadir a área e soltar a bomba na saída de Castillo. 3 a 1.

Show de gols e de pênaltis na primeira etapa, aos 45 outra vez Ferrero derruba um adversário dentro da área, desta vez Vanderson. Ramón bate, Castillo pula estranho e o Vitória faz o quarto. Fim do primeiro tempo desastroso no Barradão. 4 a 1 para o rubro-negro da Bahia.

O jogo mal havia começado no segundo tempo e o Vítoria foi logo marcando, Marcelo Cordeiro mandou para área, a bola foi na direção do gol e encobriu Castillo (quando o dia não está bom tem gol de todos os jeitos) 5 a 1. O Botafogo começou a ter o domínio do jogo a partir deste momento e Triguinho quase marcou após cabeçada. Para alívio de todos o glorioso seguia com a bola no ataque, o que evitava mais um desastre na defesa.

Se servir de consolo... O alvinegro marcou mais um, mas não foi qualquer gol, foi o gol da volta do artilheiro, Jorge Henrique, melhor do Bota em campo, cruzou da direita, a bola passou por todo mundo, mas não pelo pé esquerdo de Wellington Paulista. Após 14 jogos no jejum, o artilheiro voltou a marcar. Vitória 5 a 2.

Wellington ainda teve outra oportunidade de marcar, mas o goleiro Viafara defendeu. Geninho trocou peças, entrou Lucas Silva para a saída de Diguinho. Nada acontecia até Renato Silva marcar um gol, mas foi anulado sob protesto dos jogadores do Botafogo. Final na Bahia, 5 a 2 para o Vitória. O Botafogo encara o Santos de Cuca no Domingo às 16h, veremos as próximas horas, Geninho pode estar se despedindo do Botafogo.

VITÓRIA-BA 5 x 2 BOTAFOGO


Estádio: Barradão, em Salvador (BA).
Data: 09/07/2008.
Árbitro: José Henrique de Carvalho (SP).
Auxiliares: Vicente Romano Neto (SP) e Ezequiel Barbosa Alves (MS).
Cartões amarelos: Ramon, Dinei, Jackson (Vitória); Ferrero, Andre Luis, Leandro Guerreiro, Thiaguinho, Lucio Flavio (Botafogo).
Gols: Ramon, aos 11 e aos 13, Lucio Flavio, aos 25, Marcelo Cordeiro, aos 34, e Ramon, aos 45 minutos do primeiro tempo; Marcelo Cordeiro, aos 3, Wellington Paulista, aos 22 minutos do segundo tempo.
Vitória: Viáfara, Carlos Alberto (Rafael), Thiago Gomes, Wallace e Marcelo Cordeiro (Jackson); Vânderson, Renan, Ramon (Ricardinho) e Willians; Marquinhos e Dinei. Téc: Vagner Mancini.


Botafogo: Castillo, Renato Silva, Andre Luis (Triguinho) e Ferrero; Alessandro (Thiaguinho), Leandro Guerreiro, Diguinho (Lucas Silva), Lucio Flavio e Zé Carlos; Jorge Henrique e Wellington Paulista. Téc: Geninho.


VIDEOBLOG - O fim do Jejum de Wellington Paulista.

Nenhum comentário: