A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Do fundo do baú: Botafogo (RJ) 6 x 0 Bangu (RJ) (1969)

No dia 24 de maio de 1969, num sábado, pelo 2ºturno do campeonato carioca, Botafogo e Bangu se enfrentaram no Maracanã e os alvinegrosesmagaram o time do Bangu com uma goleada de 6 tentos a 0. Nesse ano o Fluminense foi o campeão carioca.

Principais artilheiros do Campeonato

Flávio(BOT)........12 Gols
Edu(AME)...........11 Gols
Nei(VAS)...........10 Gols
Dionísio(FLA)......9 Gols

O Jogo:

BOTAFOGO(RJ) 6 x 0 BANGU (RJ)
Data: 24 / 05 / 1969
Campeonato Carioca
Local: Maracanã
Público: 55.970
Gols: Jairzinho (2), Roberto Miranda (2), Paulo Cézar e Carlos Roberto.
Árbitro: Armando Marques
BOTAFOGO: Ubirajara Motta, Moreira, Zé Carlos, Leônidas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson (Afonsinho); Rogério, Roberto Miranda, Jairzinho e Paulo Cézar (Lula) / Técnico: Zagallo.
BANGU: Devito, Cabrita, Luiz Alberto, Pedrinho e Ari Clemente; Juarez e Fernando; Mário, China (Tonho), Dé e Aladim / Técnico: Alfredo González.


O Craque: Roberto Miranda


Nascido no dia 31 de julho de 1944, em São Gonçalo (RJ), Roberto Miranda começou a carreira no Botafogo. Rápido e oportunista, o centroavante ganhou o apelido de Vendaval. Defendeu o time da Estrela Solitária entre os anos de 1962 e 1973. Ao lado de Jairzinho, Rogério (ponta-direita), Paulo César Caju e outras feras, o centroavante conquistou os títulos cariocas de 1962, 1967 e 1968 e os torneios Rio-São Paulo de 1964 e 1966.

Um momento importante de Roberto Miranda foi quando ele foi convocado para defender a seleção brasileira na Copa do México, em 1970. Ele era um dos reservas do time que era comandado por Zagallo. Tostão era o camisa 9. Roberto Miranda e Dadá Maravilha eram algumas das opções de área. Roberto é o nono maior artilheiro da história do Botafogo com 154 gols marcados em 352 partidas.

Passou rapidamente pelo Flamengo em 1973. No rubro-negro fez apenas 11 partidas (seis vitórias, quatro empates e uma derrota) e marcou três gols. Depois, Roberto deixou o Rio de Janeiro para defender o Sport Club Corinthians Paulista. As contusões atrapalharam bastante o centroavante, que também jogou como meia-direita no alvinegro do Parque São Jorge.

Entre 1973 e 1976, Roberto vestiu a camisa corintiana 77 vezes (32 vitórias, 30 empates e 15 derrotas) e marcou 21 gols. Ao final da carreira ainda defendeu o América carioca. Aos 63 anos e aposentado, ele leva uma vida pacata em Niterói(RJ) e tem como principal ocupação cuidar dos netos e assistir pela televisão aos jogos do Alvinegro. "Estou tranqüilo, aposentado pelo futebol. Vou à praia às vezes e passo muito tempo com meus netos", afirma o ex-jogador.

Ele chegou ao Botafogo com 15 anos e desde o juvenil (hoje, júnior) mostrava o faro de gol. Roberto foi tricampeão carioca da categoria (1961, 1962 e 1963) e ao mesmo tempo três vezes artilheiro da competição. A partir daí, Roberto Miranda era um dos selecionados para a Olimpíada do Japão, em 1964. No término da competição na Terra do Sol Nascente, retornou ao Botafogo com status de artilheiro da Seleção Olímpica.

Clubes:
1962-1973: Botafogo
1973: Flamengo-RJ
1973-1976: Corinthians-SP
1976: América-RJ

Títulos por equipe :
Campeonato Carioca: 1967, 1968
Torneio Rio - São Paulo: 1964, 1966
Copa Guanabara: 1967, 1968
Copa Brasil: 1968
Copa do Mundo: 1970

Roberto Miranda no Botafogo
Estréia: 22/07/1962_- 2 x 2 Olaria (Camp. Carioca), Maracanã.
Despedida: 20/05/1973 – 2 x 0 Flamengo (Camp. Carioca), Maracanã.

Títulos:
Campeão Carioca (1962, 1967 e 1968).
Torneio Rio-São Paulo (1964 e 1966).
Taça Guanabara (1967 e 1968).
Taça Brasil (1968).
Taça Círculo de Periódicos Esportivos – Caracas (1966).
Torneio de Caracas (1967 e 1970).
Hexagonal do México (1968).

Artilharia: Campeonato Carioca 1968: 13 gols

Seleção Brasileira Restrita( Sub-23):
Estréia: 07 / 06 / 1964 – 4 x 0 Peru (Pré-Olímpico), Rio de Janeiro.
Jogos: 5 Gols :3

Seleção Brasileira Principal (1967 a 1972):
Estréia: 19 / 09 / 1967 – 1 x 0 Chile (Amistoso), Santiago.
Jogos: 15 Gols: 7

Fontes: voudekombi.blogspot.com, www.sambafoot.com e rsssf brasil

Do fundo do baú: Todas as terças e sextas-feiras
Próxima postagem: Romeu Pelliciari (Fluminense)

3 comentários:

Anônimo disse...

Roberto nasceu em 31-07-1943 e não 1944. E Flávio (artilheiro do certame) era jogador do Flu e não do Bota.

Anônimo disse...

O ROBERTO MIRANDA, EX CRAQUE E CENTRO AVANTE DO BOTAFOGO CARIOCA, FORMOU UMA DUPLA DE ÁREA DE ATAQUE TERRÍVEL COM O JAIRZINHO. AS DEFESAS ADVERSÁRIAS, FICAVAM EM PÂNICOS, COM ESSE ATAQUE DO FOGÃO: ROGÉRIO, ROBERTO, JAIRZINHO E PAULO CÉZAR CAJÚ. ERA O ATAQUE DA SELEÇÃO BRASILEIRA, COM O PELÉ. AINDA, TINHA O GÉRSON NO MEIO CAMPO. MAS, QUE SAUDADES!!! ARAÚJO, JOÃO PESSOA, 13.06.11

Anônimo disse...

EI, MENTIROSO, O ROBERTO MIRANDA ERA DO BOTAFOGO DESDE OS 15 ANOS DE IDADE, JOGOU COMO PROFISSIONAL DO BOTAFOGO CARIOCA DURANTE 12 ANOS AO LADO DO JAIRZINHO. ACHO QUE NUNCA JOGOU NO FLUMINENSE. QUE CARA MENTIROSO !!!! ARAÚJO, jp, 13.06.11