A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

quarta-feira, 23 de abril de 2008

BOLOGNESI NA PANELA DO MENGÃO!

Bruno marca seu primeiro gol com a camisa rubro-negra
Foto: EFE


Torcedores do Mais Querido do Brasil!

O dia do rubro-negro foi maravilhoso, a começar com a vitória diante do Regatas Corrientes por 86 a 79 no quarto jogo da final da Liga Sul-Americana de basquete, no Maracanãzinho e por fim o grande resultado de 2 a 0 diante do Coronel Bolognesi, pela Taça Libertadores da América.

O time comandado pelo técnico Joel Santana assegurou a primeira colocação do grupo 4 do principal torneio do continente americano, mas quem garantia um jogo fácil e acreditava até em goleada, esperou até os 37 minutos para ver o goleiro Bruno marcar um golaço de falta e logo após, aos 43, o Anjo Negro, Obina colocar o molho final no Bolognesi.

A equipe peruana cobrou caro pela derrota. A melhor defesa da competição com apenas três gols sofridos se segurava de todas as maneiras lá na sua cozinha, enquanto o Flamengo temperava o jogo com algumas jogadas de perigo na primeira etapa. Marcinho aos quatro minutos com uma cabeçada na trave e Toró na última chance da etapa inicial em um chute que resvalou nas pernas do goleiro Penny, foram as chances mais claras para o Mengão abrir o placar.

Na volta do intervalo, o Natalino sacou um dos quatro volantes, Cristian para a entrada do camisa 11, Diego Tardelli, dando um maior poder de ataque. Porém, pouca coisa mudou. O Flamengo continuava a errar passes e os laterais insistiam nas jogadas pelo meio-campo.

Aos 23 minutos, o Coronel Bolognesi teve a grande chance para azedar a festa que tomava conta das arquibancadas mesmo com o empate. Ross livre de marcação na grande área cabeçeou e Bruno, no reflexo salvou. No contra-ataque, Souza fez tudo certo. Driblou os zagueiros e o goleiro, mas na hora da finalização o chute saiu fraco e a zaga chegou a tempo para cortar.

Aos 38 minutos, o Mengão teve uma falta frontal e a pedido da torcida, Bruno se apresentou para cobrar. Com muita categoria, o arqueiro colocou a bola no canto esquerdo do goleiro Penny que ficou estático. Esse não é o primeiro gol de goleiro na história rubro-negra. Ubirajara e Zé Carlos já marcaram em 1970 e 1997, respectivamente. Faltando dois minutos para terminar o tempo regulamentar, Obina que acabara de substituir Toró, em uma jogada de oportunismo, se antecipou a zaga para completar cruzamento de Marcinho. Fla 2 a 0.

Agora o Flamengo espera a conclusão do Grupo 7, o grupo do São Paulo para definir qual será o nosso adversário nas oitavas-de-final da Libertadores. E mais uma coisa: O Botafogo já começou o chororô. Quando o Flamengo chega, ninguém segura!

VIDEOBLOG - MELHORES MOMENTOS

FLAMENGO 2 X 0 CORONEL BOLOGNESI

Flamengo: Bruno (10.0), Leo Moura (7.0), Fábio Luciano (7.5), Ronaldo Angelim (7.5), Juan (7.0), Cristian (6.5), (Tardelli - 6.5), Jaílton (6.0), Kleberson (7.5), Toró (6.5), (Obina -8.0), Marcinho (8.0), Souza (7.0). Técnico: Joel Santana (7.0)

Coronel Bolognesi: Penny, Revoredo, (Farfán), Cortez, Ostersen, Jesús Alvarez, Linares, (Novoa), Balbin, Vásquez, Uribe, Ross, Gonzales Vigil, (Mosco). T: Juan Reynoso

Cartões amarelos: Toró (F), Linares (C), Uribe (C), Vasquez (C)
Árbitro: Ivan Gamboa (BOL)
Auxiliares: César Nistahuz e Humberto Paz (BOL)
Renda e público: Não divulgados

Nenhum comentário: