A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

segunda-feira, 28 de abril de 2008

Chegou a hora de lotar

Campanha do governo do estado

Torcedores do Glorioso,

A torcida alvinegra é a 3ª maior no Rio de Janeiro, mas no domingo, pareceu que não era nem a 15ª. Agora me questiono: Como uma torcida que colocou 40 mil no Engenhão, pela Copa do Brasil, coloca um pouco mais da metade disso na decisão do estadual?

Espero que a torcida esteja esperando e economizando o dinheiro para o jogo da volta. Os jogadores precisam ver o Maracanã pintado em preto e branco, assim consiguirão reverter o resultado que é desfavorável para Botafogo. Sei que essa torcida é apaixonada, afinal, foi a última que conseguiu ter mais de 100 mil torcedores num jogo no maior do mundo, na decisão da Copa do Brasil de 1999.

Com o Botafogo tem que ser sofrido, lances polêmicos, muitas faltas, momentos de desespero. Quem não fica com o coração na mão quando é um jogo importante do Botafogo, seja final, semifinal, quarta-de-final ou fase classificatória? Nas arquibancadas, em momentos assim, ao olhar para o lado é possível ver torcedores com os olhos cheios de lágrimas(de emoção), alguns com as mãos na cabeça, outros levando-as à boca. É possível escutar os pensamentos vindo de dentro de cada cabecinha ali presente: "Vamos, Fogo! Não podemos perder!".

Isso sem contar os jogos não tão importantes que o Botafogo virou. A frase correta saiu para o time certo: "Tem coisas que só acontecem com o Botafogo".

A torcida tem que estar presente, fazer muito barulho, entoar "E ninguém cala" batendo palmas. Levantar a camisa e sair do chão gritando "Fogo Olê Olê Olê". Ficar rouco de tanto esgoelar "Sou Botafogo e vou cantar, com muito orgulho, com muito amor! Esse jogo vai virar! Eu quero ser o vencedor".

Vamos lá, botafoguenses. Chegou a nossa hora de lotar o Maracanã. Os jogadores fizeram a parte deles e chegaram à final. A nossa parte começará quando comprarmos o ingresso e só terminará quando virmos o Lúcio Flávio levantar a taça do Campeonato Carioca de 2008.

Saudações alvinegras.

Nenhum comentário: