A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

quarta-feira, 9 de abril de 2008

Com fogo não se brinca

Os jogadores fazem a festa na vitória alvinegra.
Foto: Agência o Globo / Alexandre Cassiano.

Torcedores do Glorioso,

Depois de tirar o anonimato do River-PI por uma semana, o Botafogo voltou a campo hoje e fez o seu papel eliminando os piauienses pelo placar de 2 a 0, com gols de André Luis e Wellington Paulista.

Com o Engenhão lotado o fogão jogava fácil e pressionava o frágil River-PI no campo de defesa. Aos 16 minutos, Lúcio Flávio cobrou falta, Zezé desviou e quase marcou contra. Mas aos 22 o galo não resistiu, Jorge Henrique chutou e Índo salvou em cima da linha, no rebote, André Luis chutou bonito e abriu a contagem. Botafogo 1 a 0.

Depois do gol o Botafogo chegou a dar espaços para as arrancadas dos visitantes, numa delas, Castillo rebateu um chute que veio de fora da área e André Luis chegou chutando para escanteio. Já no final do primeiro tempo, Lúcio Flávio entrou fazendo fila e na tentativa do cruzamento, Alex Mineiro cortou. Final da primeira etapa: 1 a 0 fogão, o resultado já dava a vaga para o glorioso.

No segundo tempo o Botafogo chegou num ritmo intenso e foi logo marcando, Lúcio Flávio cobrou lateral, Zé Carlos cruzou e Wellington Paulista escorou de cabeça para fazer a alegria da galera. Botafogo 2 a 0.

Apenas um minuto após o segundo gol, Wellington Paulista perdeu uma chance, Triguinho tabelou com Diguinho e cruzou para o atacante que chegou atrasado na conclusão. A torcida passou a cantar o hino do time, o que arrepiou os mais de 29 mil pagantes, o Engenhão nas cores preta e branca fazendo a festa na vitória alvinegra.

Soberano no jogo o fogão trocava passes e o River só olhava, nitidamente intimidado o time do interior tinha postura diferente do último jogo, em Bacabal. Enquanto isso o Botafogo chegava ao ataque mas errava no último passe. Já com 36 minutos, Wellington Paulista saiu de maca e Édson entrou.

O jogo foi seguindo sem graça até Castillo cobrar tiro de meta, escorregar e cair de costas no chão. Aos 44 Jorge Henrique pediu pênalti mas o árbitro mandou seguir devido a sequência de simulações do baixinho alvinegro. Fim de papo no Engenhão e o River voltou para casa só com a ilusão de se classificar.

Aqui já deixo um recado: "Ô urubu, pode esperar, a tua hora vai chegar !!"

BOTAFOGO 2 x 0 RIVER - PI

Gols: André Luis, aos 22 do primeiro tempo; Wellington Paulista, aos 4 do segundo tempo.
Cartões amarelos: Lucio Flavio, Túlio (BOT); Luciano, Pantera, Kemerson, Alex Mineiro (RIV)
Árbitro:Elmo Resende Cunha (GO)
Auxiliares: Jesmar Benedito de Paula (GO) e Helberh Costa Andrade (MG)
Data: 09/04/2008
Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro
Público: 29.691 pagantes / Renda: R$ 183.678,00

BOTAFOGO: Castillo, Alessandro, Renato Silva, André Luis, Triguinho (Eduardo), Diguinho, Túlio, Zé Carlos (Fábio), Lucio Flavio,Jorge Henrique e Wellington Paulista (Édson). Téc: Cuca.

RIVER - PI: Fábio, Jorginho, Índio, Alex Mineiro, Ricardo, Zezé, Diego Marangon (Lúcio), Luciano, Kemerson (Jarbas), Curiri e Pantera (Zezinho). Téc: Luiz Carlos Winck.

Nenhum comentário: