A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Não é mais freguês, é cliente VIP

Carlos Alberto comemora com Gil
Foto: Agência Estado

Torcedores do Glorioso,

A Sul-Americana ainda era denominada Mercosul, a seleção brasileira era tetracampeã mundial, FHC era o presidente do Brasil, o Euro não era a moeda oficial da Europa e o Engenhão ainda não estava nem no papel na última vez que o Galo venceu o Botafogo, isso foi no dia 03 de outubro de 2001, há quase sete anos, de lá pra cá, o Bota saiu no mínimo com um pontinho dos jogos. Como diria o grande goleiro Manga "o bicho é certo". Desta vez não foi diferente, Fogão 3 a 1.

Os times costumam não dar muita importância para a Sul-Americana, coisa que eu acho uma ignorância, o prêmio para o campeão é de um milhão de dólares. Poupar jogadores? Ora, antes de começar essa competição, o brasileirão não era duas vezes por semana? Bem, voltando ao Botafogo, o time também teve os seus poupados, mas alguns deles por contusão e quem era dúvida, Carlos Alberto, acabou marcando dois gols.

Um fato curioso ficou no banco de reservas do Botafogo, nenhum dos 7 relacionados tinha característica ofensiva, o que acabou dificultando o glorioso na segunda etapa. Quem esperava um jogo mais fácil, se surpreendeu, o Bota aceitou a pressão mineira nos primeiros minutos de jogo. Aliás, não havia nem atacado quando levou o primeiro. Petkovic deu um belo passe para Jael que contou com a saída equivocada da defesa para deixar Marques livre para cabecear em gol.

O jogo era sonolento, o Botafogo não demonstrava nem metade do futebol envolvente das últimas rodadas do brasileirão. O primeiro ataque de perigo veio aos 29 minutos, quando Carlos Alberto bateu cruzado e o goleiro defendeu. Logo depois, Zé Carlos acertou o travessão em cobrança de falta. O alvinegro só faria o seu gol aos 46 minutos, Carlos Alberto bateu falta com perfeição e o goleiro Édson só olhou a bola entrar.

Os dois times voltaram para o segundo tempo e Ney Franco colocou Túlio Souza em lugar de Túlio, foi mais uma alteração para poupar o camisa 5 que estava até bem no jogo. O panorama do jogo não mudou, esse papo de poupar contagiou o time todo do Bota e as oportunidades eram escassas para ambos os clubes. Lucas Silva e Eduardo entraram em campo, os jogadores que pouco têm oportunidade no brasileiro começaram a mostrar serviço.

O segundo gol saiu exatamente em jogada desses jogadores. Lucas Silva deu um belo passe para Eduardo, o jogador esperou o goleiro cair e deu um belo toque por cima fazendo Botafogo 2 a 1 aos 39 minutos. Parecia que ia parar por ali, pelo andar do jogo, seis minutos não seriam suficientes para sair mais um gol. E realmente não foi. Sete minutos depois, aos 46, Carlos Alberto recebeu, driblou o zagueiro e soltou a bomba de pé esquerdo ampliando para o glorioso. Placar final. Botafogo 3, Atlético Mineiro 1.

BOTAFOGO 3X1 ATLÉTICO MINEIRO
Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 14/8/2008 - 20h10 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Auxiliares: Não divulgados
Renda/público: R$ 87.795 / 10.181 pagantes
Cartões amarelos: Andre Luis e Túlio Souza (BOT); Rafael Miranda e Leandro Almeida (ATL)
GOLS: Marques, 16'/1ºT (0-1); Carlos Alberto, 45'/1ºT (1-1); Eduardo, 38´/2ºT (2-1) e Carlos Alberto, 46´/2ºT (3-1)

BOTAFOGO: Castillo, Thiaguinho (Eduardo), Renato Silva, Andre Luis e Triguinho; Diguinho, Túlio (Túlio Souza, intervalo), Zé Carlos e Carlos Alberto; Gil e Fábio (Lucas Silva, 13´/2ºT) - Técnico: Ney Franco.

ATLÉTICO MINEIRO: Edson, Mariano, Vinícius, Leandro Almeida e Renan; Rafael Miranda, Márcio Araújo, Serginho (Yuri, intervalo) e Petkovic (Tchô, 29´/2ºT); Jael e Marques (Rafael Aguiar, 12´/2ºT) - Técnico Marcelo Oliveira


*Só para constar aqui no blog, não pude divulgar o jogo Botafogo 1 x 0 Palmeiras pela 19ª Rodada do campeonato Brasileiro. O Bota venceu com gol de Zé Carlos, de cabeça. O Alvinegro pulou para 31 pontos e segue colado no rival Flamengo.

Nenhum comentário: