A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Essa camisa merece ser honrada!

Edmundo comemora o segundo gol do Vasco
Foto: Arquivo
Jogando com garra, técnica e muita força de vontade, o Vasco venceu neste domingo o excelente time do Inter-RS por inapeláveis 4x0 em São Januário. O placar levou o Clube ao 15º lugar, abandonando assim a zona de rebaixamento. Os gols foram de Bolivar (contra), Edmundo, Eduardo Luiz e Jean.

Durante a semana, conversando com algumas pessoas sobre a partida, frisei que temia muito, já que sob meu ponto de vista, o time do Internacional é com sobras o melhor do Brasil. Ainda que os resultados não mostrem, há de se respeitar um time com Nilmar, D'Alessandro, Daniel Carvalho e etc. Se você perguntar a qualquer torcedor quantos jogadores do Inter ele queria no seu time, com certeza não serão menos de 6.

A torcida, ainda desconfiada, compareceu em número regular a São Januário. Oficialmente, 5.387 pagantes, mas dava a impressão de mais gente na Colina. Com dois minutos, Nilmar, que sempre joga bem contra o Vasco, deu o primeiro susto, chutando a direita da trave de Roberto, que substituiu Tiago, lesionado.

O Vasco chegava na base da velocidade de Madson e Alex Teixeira, enquanto o Inter sempre procurava a habilidade de D'Alessandro, que muito marcado pouco produziu. Um grande mérito do Vasco era marcar em cima a saída de bola dos zagueiros do Inter. E foi assim que saiu o gol. Em chutão do goleiro Roberto, a bola caiu nos pés do zagueiro Bolívar. Pressionado pelos atacantes, ele foi forçado a recuar para o ex-mulambo Clêmer, que deu um grande presente para a torcida vascaína. Uma firada bisonha e gol do Vasco, o primeiro de uma tarde fantástica. Apesar do placar mostrar o nome de Edmundo, a torcida não se conteve e gritou muito o nome do goleiro colorado. Hilário!

Logo aos 2 minutos do segundo tempo, bela tabelinha entre Edmundo e Alan Kardec. Nosso camisa 10 recebeu de cara pro gol e só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes do frangueiro. Alívio e explosão na Colina. Em maio a tantos braços e bandeiras, mal deu pra ver o tergeiro gol, feito por Eduardo, após jogada fantástica de Alex Teixeira, que vem melhorando jogo após jogo. Se a vitória já estava encaminhada, agora ela era uma certeza. O Inter não mostrava a mínima capacidade de reação.

Embora com maior posse de bola, o time gaúcho acabou assistindo mais um gol do Vasco. Lindo passe de Mateus para Edmundo. O craque driblou Clemer, mas quem acabou marcando foi Jean, selando assim a paz entre os dois grandes atacantes. Faltava algo? Sim. Após ouvir pela TV, algumas torcidinhas gritando olé, chegou a hora da torcida vascaína gritar OLÉ após uma goleada fantástica sobre o melhor time do país. E ainda tem gente que acha que nosso time não presta...Tolos, não sabem o que dizem...Perguntem pro D'Alessandro quem é o Jonílson? Pergunta pro Nilmar quem é o Roberto? Guiñazu? Quem é Guiñazu, aquele que o Madson humilhou?

VASCO DA GAMA!!! ISSO AQUI É MUITA TRADIÇÃO!!!

Se o time do Vasco for medíocre, fraco e continuar jogando assim, a torcida vai ficar muito feliz. Hoje deve estar cheio de comentarista pensando no que falar sobre o jogo. Ah, já vi alguns que disseram que o Inter deu mole, ou seja, o Vasco não ganhou, foram os gaúchos que perderam. Ok, acredito!Quem sabe eu também acredite que dois meias como Madson e Alex Teixeira não sejam a altura do Vasco. Morais? Pros curiosos da bola, esse sim deve ser um grande jogador. Que fique lá no Curinthians. A pior zaga do Brasil não tomou gols do melhor atacante do Brasil! OOOHHH!!! Milagre! Hoje Tita deve estar na igreja, dirão os mesmos gênios futebolísticos de sempre.

Tita teve um grande mérito ontem: inverteu Alex e Madson. O canhoto foi pra direita e o destro pra esquerda, copiando assim o Barcelona 2006/07 de Messi e Ronaldinho. Os dois infernizaram a defesa, cortando pra dentro ou partindo pra linha de fundo. Um perigo permanente pra defesa colorada.

Quinta temos a Portuguesa e uma vitória, pode afundar o adversário na zona de rebaixamento. Uma derrota pode nos levar de volta à zona perigosa, mas depois de uma vitória dessas, nem quero pensar nessa hipótese.

Saudações vascaínas a todos!

Nenhum comentário: