A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

quarta-feira, 13 de agosto de 2008

Ainda não existe vida no Flu sem os Thiagos!!!!

Thiago Neves comemora seu primeiro gol contra a China
Foto: Agência/AP

Caros amigos tricolores,

Depois de um bom tempo afastado deste querido e simpático espaço no qual eu posso expressar minhas opiniões, estou de volta!!!! Andei sumido por motivos profissionais, mas isso não vem ao caso agora.

O importante é que estou de volta e bem de saúde, apesar dos últimos acontecimentos no Fluminense Futebol Clube desde a minha última postagem, que foi intitulada de "Existirá Flu sem os Thiagos?"- e pelo visto acho que não... Desde a perda da Libertadores, o Flu fez 11 jogos, com 4 vitórias (Atlético-PR, Vitória, Figueirense e São Paulo), 6 derrotas (Goiás, Palmeiras, Cruzeiro, Portuguesa, Internacional e Ipatinga) e 1 empate (Vasco). Dessas 11 partidas, 6 foram sem a presença dos selecionáveis olímpicos e o Flu perdeu 4 vezes, vence uma e empatou outra.

O que acontece é que o Fluminense deveria ter feito uma programação para isso, a partir até mesmo do começo do ano, porque sabia que estaria em disputa da Libertadores e que se chegasse até a final jogaria juntamente com o Campeonato Brasileiro. Mas o que o clube fez? Esqueceu completamente a competição nacional e se "apegou" ao título da maior competição sul-americana, esquecendo que teria que vencer a final contra a LDU e todos já sabem o final desta história. O que se viu depois disso foi um time sem rumo, talvez por não esperarem a perda do título e isso afetou e muito o desempeho no Brasileirão, já que o clube ocupava as últimas colocações e o time entrou em campo com a obrigação de vencer jogos para se livrarem da degola e isso não vem acontecendo com freqüencia.

E essa seqüencia de maus resultados fez com que a diretoria tomasse uma medida: demitisse o técnico Renato Gaúcho, que foi um dos responsáveis pelo título da Copa do Brasil de 2007 e que levou o clube a disputar sua primeira final de Libertadores. Mas Renato cometeu um erro quase que imperdoável: bancou o título do Flu, depois do primeiro jogo, com palavras (talvez para incentivar o grupo), confiando no desempenho da equipe no Maracanã. Porém, como eu já tinha falado antes, ele não blindou o grupo para uma possível perda (que de fato ocorreu) e não se preocupou em pensar que o Tricolor poderia perder o título. Ontem, o grande José Carlos Araújo, o Garotinho, em seu programa Globo Esportivo, no qual eu tive a oportunidade de participar, me fez a seguinte pergunta: "A torcida tricolor sentirá saudades do Renato Gaúcho?" e a minha resposta foi: "Não, por causa deste último mês no comando do Fluminense".

Amigos, o Renato acertou em muitas coisas no comando do time, mas a cota dele foi pelo espaço a partir da derrota no primeiro jogo na final da Libertadores. Renato, agora você terá todo o tempo do mundo para curtir as suas "brincadeiras". E mais uma coisa: quem fala muito dá bom dia a cavalo, ou seria bom dia a "Ceballos".

Nenhum comentário: