A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Estamos muito vivos

No dia de Finados, o Vasco mostrou a todos que está muito vivo no Brasileirão 2008. Em um clássico caracterizado por muita marcação e por boas defesas dos goleiros, o Vasco soube aproveitar uma das poucas chances que teve e venceu o Fluminense por 1x0, ultrapassando o rival na classificação. Com o gol solitário de Wagner Diniz, o cruzmaltino chegou a 18ª posição, ainda na zona de rebaixamento, mas agora a apenas um ponto de deixá-la. O próximo compromisso é sábado, contra o Santos no caldeirão de São Januário.

Apesar do momento ruim dos times no Brasileirão, as torcidas compareceram em massa, mostrando o amor pelos seus Clubes. Do lado tricolor, confiança pelos recentes bons resultados e do lado cruzmaltino, a força para apoiar em uma partida decisiva. Belo espetáculo de ambos os lados.

O primeiro tempo foi tricolor. O Vasco só ameaçava em bolas aéreas e chutes de fora da área, visto a dificuldade para penetrar na boa zaga do rival. A situação parecia piorar quando nosso melhor zagueiro, Fernando, sentiu a lesão e teve que ser substituído por Odvan. A torcida teve calafrios. Jorge Luiz, pra variar, fazia partida muito ruim, mas Eduardo Luiz compensava com eficiência e seriedade nos cortes. No fim da primeira etapa, o vilão quase virou herói. Mádson cruzou na cabeça de Jorge Luiz, que desviou para grande defesa de Fernando Henrique.

Para o segundo tempo, o jogo continuou disputado e com muita briga. Cheguei a pensar que pela primeira vez veria ao vivo a um 0x0. No início da segunda etapa, Wagner Diniz foi derrubado, mas Simon não marcou. A fama de cai-cai tem atrapalhado muito nosso lateral velocista. Aos 10, um susto. Fabinho deu um chutaço da entrada da área, que tirou um ‘UUU’ da galera tricolor e um ‘UFA’ da torcida do Vascão.

René Simões tentou ir pra cima, tirando Fabinho para entrada de Ciel. O tiro no entanto, saiu pela culatra. Com mais espaço em campo, o Vasco atacou mais e chegou ao seu gol. Aos 27, Mádson cruzou para dentro da pequena área, a zaga afastou mal e Wagner Diniz tocou por baixo de FH na sobra. Explosão, gritos e lágrimas. O gol do alívio, o gol do desabafo de uma torcida que ouviu todo tipo de gracinha nas últimas semanas. Daí em diante foi um show. Nada de show de bola, mas um show de garra, entrega e determinação. Os jogadores brigavam por todas as bolas como se fossem as últimas e às vezes até pecavam pelo excesso de vontade, errando chutes bobos. Rafael foi um gigante e garantiu a vitória. Em contra-ataques, o bom Pinilla quase ampliou o placar, mas parou em Fernando Henrique.

FLUMINENSE 0 X 1 VASCO

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Data/hora: 02/11/2008 - 19h10 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés (Fifa-RJ) e Marco Aurélio dos Santos Pessanha (RJ)
Renda/público: não disponível
Cartões amarelos: Fabinho e Everton Santos (FLU); Fernando e Rodrigo Antônio (VAS)
GOL: Wagner Diniz, 27'/2ºT (0-1)

FLUMINENSE: Fernando Henrique, Carlinhos (Eduardo, intervalo), Thiago Silva, Luiz Alberto e Junior Cesar; Fabinho (Ciel, 20'/2ºT), Wellington Monteiro, Arouca (David, 37'/2ºT) e Conca; Everton Santos e Washington. Técnico: René Simões.

Vasco: Rafael, Eduardo Luiz, Jorge Luiz e Fernando (Odvan, 35'/1ºT); Wagner Diniz, Jonílson, Mateus (Leandro Bomfim, 29'/2ºT), Madson, Alex Teixeira e Rodrigo Antônio; Alan Kardec (Pinilla, 24'/2ºT). Técnico: Renato Gaúcho.

Saudações vascaínas a todos!

2 comentários:

Saulo disse...

No clássico entre Fluminense 0x1 Vasco, o Fluminense dominou a maior parte, mas na base da raça o Vasco deixou o Maracanã com uma vitória importante.

Aldevan Junior disse...

AH! PROBLEMAS RESOLVIDOS E O CANETA DE CHUTEIRA JÁ ESTÁ DE VOLTA!!!
ABRAÇO!!!