A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

domingo, 9 de novembro de 2008

AQUI É O SEU LUGAR!

Romário nos braços da torcida rubro-negra
Foto: Arquivo de Internet

Por: Rodrigo Vessoni - Lancenet!

Romário resolveu trocar a chuteira pela internet. É isso mesmo. Aos 42 anos, o Baixinho curte a aposentadoria e promete, a partir desta segunda-feira, mexer com o mundo do futebol por meio de um blog. Jura que seus textos serão tão sinceros quanto suas declarações da época em que jogava.

- Sempre falei o que pensei, agora eu vou escrever o que eu penso (risos) - avisa o astro.

O ex-jogador é o garoto-propaganda de um jogo on-line que será lançado em janeiro de 2009, mas que já é possível ser acessado em sua versão de teste. No escritório da empresa responsável, em AlphaVille (SP), o Baixinho concedeu uma entrevista exclusiva ao LANCE! e adiantou alguns assuntos que farão parte do seu blog.

Romário falou da sua identificação com o Flamengo - apesar de ter feito o milésimo gol da carreira pelo Vasco e ter uma estátua no gramado de São Januário - e afirmou que a tendência é que Vasco ou Fluminense caia para a Segundona este ano - o que seria uma 'merda', segundo ele. Acompanhe os principais trechos:

LANCENET!: Como será essa vida de blogueiro a partir desta segunda-feira?
Desde que parei de jogar futebol, comecei a interagir mais com a internet. Essa idéia do jogo (Interzone) é muito legal, porque é uma coisa moderna, com tecnologia. Levar meu nome a projetos como esse, que mexerá com jovens, é muito interessante.

LNET!: Você sempre falou tudo o que pensava. Vai escrever também?
Eu sempre falei o que pensei, agora eu vou escrever o que penso (risos). A galera ouvia e, agora, vai ler. O Romário de hoje continua sendo o mesmo, com a personalidade que vocês já conhecem. Hoje, mais velho, com 42 anos, posso passar algumas coisas maneiras para as pessoas através do meu blog.

LNET!: Vem bomba aí, então...
Se eu achar que, naquele momento, tenho de emitir uma opinião, vai ser colocado ali. Não só no esporte, como de modo geral.

LNET!: Antigamente, os jogadores jogavam bilhar, truco e conversa fora nas concentrações. Atualmente, todos têm internet, MSN, etc. Perdeu-se a essência do boleiro?
A essência do boleiro é mais dentro de campo do que fora. Acho que as pessoas têm de se modernizar.

LNET!: Como é a vida de aposentado?
Tenho projetos e planos. Mas, até dezembro, a idéia realmente é dar uma descansada, passar o maior tempo livre com a minha esposa, meus filhos e meus amigos. Mas tenho de estar trabalhando, porque tenho seis filhos para criar, quatro pensões para pagar, tem de entrar alguma coisa (risos). Então, a partir de janeiro, tenho certeza de que aparecerão algumas coisas interessantes e eu, com certeza, vou fazer alguma coisa dentro do futebol.

LNET!: Você nunca jogou no futebol paulista. Se arrepende disso?
Sempre que a gente termina a carreira, pensa que poderia ter feito isso ou poderia ter feito aquilo. E comigo não é diferente. O meu estado, o Rio de Janeiro, é uma coisa especial. Tive oportunidade de vir jogar em São Paulo, no São Paulo e no Corinthians. Infelizmente, acabou não acontecendo, mas não foi nenhuma frustração. Mas tive a chance de jogar muitas e muitas vezes. Então, a cidade está dentro da minha história, não atuei em clube, mas fui adversário várias vezes.

LNET!: Nas entrevistas, você sempre demonstrou respeito e admiração pela torcida corintiana. Por quê?
Podia até não parecer, mas, da minha maneira, sempre respeitei todo mundo, principalmente, aqueles que me respeitam. Tenho uma identificação com algumas torcidas: a primeira é a do Flamengo, que todos sabem que, mesmo tendo terminado a carreira no Vasco, minha identificação em nível de torcida é mesmo com a do Flamengo. Passei cinco anos lá e me diverti muito, tive uma identificação perfeita com a torcida. Em São Paulo, mesmo jogando contra o Corinthians, a torcida sempre me aplaudiu. Algumas vezes, vaiou até mais alto do que aplaudiu (risos), mas é uma torcida que respeito. Posso dizer que a do Corinthians junto com a do Mengão são as maiores torcidas que já vivenciei.

LNET!: Como você vê esses flagras de Ronaldinho Gaúcho e Adriano nas baladas? Falta malandragem?
São gerações diferentes, épocas diferentes. Todo mundo sabe, sempre fui um cara boêmio, sempre gostei muito da noite. Saía direto, mas sempre me garantia nos jogos. Acho que todos têm direito de fazer na vida o que acharem melhor, mas acho também que eles têm o dever de chegar em campo e dar o melhor.
Continuo acreditando que são jogadores que podem ajudar o Brasil.

LNET!: O Túlio disse que está com quase 900 gols. Teme que ele ultrapasse a marca dos mil como você?
Vou perguntar isso ao Pelé porque, na verdade, somos nós dois que temos os mil gols e ele vai lhe dizer (risos). Se esse número for verdadeiro, e acredito que deva ser, é um orgulho para o Túlio. Será mais um brasileiro a fazer mais de mil gols. De coração, não tenho nada contra o Túlio. E não devo nada a ele também. Acho que merece chegar lá pela vontade que tem demonstrado.

LNET!: Pensa em ser vereador?
Nunca passou pela cabeça. Já aconteceram vários convites, mas não tenho isso ainda nos meus planos. O problema é que ser político é uma coisa bem complicada. Acho que não me daria bem nisso (risos).

LNET!: O Ronaldo criticou a preparação da última Copa. O que pensa?
Sempre falei aquilo que presenciei, que tenho provas, principalmente ocular. E não é esse o caso. Não estava lá e, infelizmente, ou felizmente, não posso responder nada sobre isso. Só sei que para a gente aqui (no Brasil) foi uma merda. Só isso que eu posso dizer.

LNET!: Ele pode jogar no Flamengo. Apóia essa idéia do Fenômeno?
Como um cara carioca, que gosta da torcida do Flamengo, preciso ver talentos no nosso futebol, principalmente no Rio. Torço bastante para o Ronaldo ficar no Flamengo.

LNET!: A situação do Vasco no Campeonato Brasileiro o deixa triste?
Não que fique triste, mas o que está acontecendo com o clube é uma coisa bem previsível pelos últimos anos. Com certeza, é assunto que será colocado no meu blog.

LNET!: Vasco e Fluminense cairão?
Minha torcida é para que os dois escapem, mas a tendência é de que um dos dois caia. Seria uma merda.

LNET!: Você gostou da vitória do Dinamite na última eleição do Vasco?
Não que eu não gostei do Roberto, não tenho nada contra ele, que foi um companheiro que tive na minha carreira. Só acredito que o Roberto, para o atual momento do Vasco, não está preparado para ser o presidente. Não que ele não possa vir a ser um dos grandes presidentes, mas o Eurico (Miranda), com todos os defeitos e problemas, conhecia desde o porteiro ao primeiro escalão do clube. Talvez seja esse um dos motivos para o Vasco não se firmar no Brasileirão. Não pelo Roberto, mas, quando troca-se o presidente, troca-se um monte de coisa. Essas trocas durante uma competição, como o Brasileiro, depois de vários anos, mexem um pouco com a estrutura de todo clube.

LNET!: Tem algum atacante que você gosta de ver jogar hoje em dia?
Tem muitos atacantes que jogam bem. Mas colocarei a lista dos cinco melhores atacantes no blog.

LNET!: Pode nascer outro cara tão bom quanto você dentro do futebol?
Não vai ter outro Pelé, não vai ter outro Maradona e com certeza não vai ter outro Romário. Mas talentos sempre nascem, principalmente aqui no Brasil, e, quando menos a gente espera, aparece um por aí.

LNET!: Dos cinco favoritos, quem você aponta como campeão brasileiro?
Esse negócio de palpite é bem complicado, porque já vi muitos dando e errando. Mas acredito que pode dar São Paulo ou Cruzeiro. Não é o que espero, mas, pelo que estou vendo, deve ser um deles mesmo (risos). Acredito mais para o São Paulo, que vem crescendo.

2 comentários:

Saulo disse...

É, legal saber que o Romário vai mexer com Blog agora.

Sobre o Futebol Carioca disse...

romario é flamenguista