A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

domingo, 9 de novembro de 2008

AINDA VIVO!

Kléberson marca o único gol do clássico e mantem o Flamengo vivo
Foto: Jorge William - O Globo

Torcedores do Mais Querido do Brasil!

O Flamengo entrou em campo para enfrentar o Botafogo tendo a obrigação de conquistar os três pontos para continuar sonhando em disputar a Libertadores em 2009. Entretanto, para um time que precisa da vitória, faltou mais empenho. Sem nenhuma objetividade por parte dos times, o jogo em banho-maria foi simplesmente chato durante o primeiro tempo.

O Flamengo com mais uma escalação defensiva, teve problemas no meio-de-campo, principalmente com a colocação de Ibson como um terceiro homem do setor. Todos sabem que ele não rende nessa função e até mesmo em sua posição original (segundo volante) está complicado ver uma bela atuação do jogador.

Marcelinho Paraíba com o mais novo “look”, caía pelas pontas do campo em busca do cruzamento para quem!? Maxi Biancucchi, que brigava com os altos zagueiros botafoguenses. Deu pena do baixolinha. Luizinho que substituiu Léo Moura, apenas correu e parecia perdido com o tamanho do gramado.

Foi difícil qualificar um lance de perigo no primeiro tempo. Apenas aos 32 minutos, Ibson arriscou o chute de fora da área, mas a bola subiu, encobrindo a meta do goleiro Renan.
No intervalo, o estagiário de treinador, Caio Júnior colocou Josiel na vaga de Biancucchi. Uma substituição acertada vide que não existia nenhum centroavante, mas tratava-se de Josiel, que ainda não mostrou a aptidão de um atilheiro com a camisa do Flamengo.


O panorama do jogo não mudou muito no segundo tempo. O Mais Querido do Brasil pressionou, porém não tinha êxito na hora H. Na primeira oportunidade do atacante Josiel, o goleiro Renan tirou a bola dos pés dele. Aos 12, Marcelinho Paraíba arriscou o chute e carimbou o travessão. Já o Botafogo insistia nos chutes de fora da área sem direção.

Aos 25, novamente Marcelinho Paraíba cruzou e Ibson, sozinho, cabeceou para fora. Logo em seguida, Carlos Alberto soltou a bomba e Bruno trabalhou bem, espalmando pela linha de fundo. A falta de competência do ataque rubro-negro era inacreditável. Aos 29, depois de jogada na esquerda de Juan, a bola cruzou toda a área e ninguém chegou para finalizar e abrir o placar.
Faltando pouco mais de 15 minutos para o fim do jogo, Juan (machucado) saiu para a entrada de Kléberson e eis que o destino o reservou o gol da vitória. Renan derrubou Ibson dento da área. O pentacampeão do mundo pegou a bola e cobrou rasteiro. Renan ainda encostou na bola, mas ela morreu no fundo do gol. 1 a 0. Gol importantíssimo para nossas pretensões!


O Mengão recuou e o Botafogo foi com tudo em busca do empate. Mas sem nenhuma organização tática e encontrando pela frente o goleiro Bruno inspiradíssimo, o Fogão terá que encontrar outra desculpa para mais uma derrota diante do Flamengo. Quem sabe o tempo, o fator psicológico ou até mesmo a temporada ter terminado para o time do chororô.

Até 2009, Fogão!

BOTAFOGO 0X1 FLAMENGO

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data: Domingo, 09/11/2008, 19h10
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique
Auxiliares: Wagner de Almeida Santos (RJ); Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ)
Renda/público: R$ 437.406,00 - 27.038 pagantes
Cartões amarelos: Carlos Alberto, Diguinho, Renan, Andre Luis (BOT); Aírton, Juan, Sambueza (FLA)
Cartão vermelho: Eduardo (BOT), 46'/2ºT)

FLAMENGO
Bruno (6.5), Jaílton (5.5), Fábio Luciano (5.5), Ronaldo Angelin (5.0), Luizinho (5.0), Airton (5.5), Ibson (5.5), Sambueza (6.0), Juan (6.0) (Kleberson - 6.5); , Maxi (5.0) (Josiel - 4.5), Marcelinho Paraiba (6.0) (Fierro - 5.5). Técnico:Caio Júnior (5.5)

BOTAFOGO
Renan, Thiaguinho (Fábio), Renato Silva, Andre Luis, Triguinho, Túlio, Diguinho (Eduardo), Leandro Guerreiro (Lucas Silva), Lucio Flavio, Carlos Alberto, Jorge Henrique. Técnico:Ney Franco

2 comentários:

Saulo disse...

Olha, não vamos arrumar desculpa nenhuma.
Parabéns para o Flamengo pela vitória. Mas, foi um jogo horrível tecnicamente e taticamente para as duas equipes. O Botafogo não jogou nada, mas o Flamengo não fez porcaria nenhuma também.
A minha revolta foi o que a CBF fez para dá uma força para o Flamengo ganhar esse jogo, mas tudo bem. Não podemos reclamar mesmo porque logo samos chamados de chorão.
Nós não temos direito de jogar na nossa casa.
O Engenhão não tem segurança.
Enfim, o Botafogo podia mostrar o seu futebol no circo porque parece que a nossa diretoria gosta de ser palhaço.

Diego Louzada disse...

renan, só agor aconsegui terminar o texto do jogo do Vasco. Posto com todo esse atraso ou deixo pra lá?

Abraço!