A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Campeões, aos montes aos dez

Um dos grandes nomes da galeria de torcedores do América, João Cabral de Melo Neto deixou as mais belas palavras que poderiam ser escritas sobre o que representa ser torcedor do alvirubro tijucano. Cabral foi um grande poeta. Aliás, na verdade, este parece ser um requisito inato do torcedor americano: ele sempre é grande em tudo o que quer que faça. Trilha caminhos sólidos para seus destinos. Para os demais, talvez o americano seja um sonhador. Para os americanos, os sonhos sempre devem estar nas nuvens, e cabe a vida, a diretoria e a torcida, nos conduzir rumo a ele. Faltam 16 dias para a estréia e o título começa a brilhar no horizonte.

O torcedor do América F. C.
por João Cabral de Melo Neto

O desábito de vencer
não cria o calo da vitória;
não dá à vitória o fio cego
nem lhe cansa as molas nervosas.
Guarda-a sem mofo: coisa fresca,
pele sensível, núbil, nova,
ácida à língua qual cajá,
salto do sol no Cais da Aurora.

Um comentário:

Georg Törless disse...

Amigo, o recifense João Cabral de Melo Neto era torcedor fanático do América Futebol Clube de Recife, Pernambuco. Este poema, incluso em seu livro "Museu de Tudo" foi dedicado ao América F.C. de Recife, não do Rio de Janeiro.

Isto pode ser comprovado pelo conteúdo do próprio poema que fala de "salto de Sol no Caisa da Aurora". Este cais se encontra em Recife, não no Rio.

Atenciosamente,
Sérgio Farias.