A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Uma noite para esquecer: Fogão está fora

Bexigas levam a bandeira do Botafogo para o céu, aqui na terra a coisa ficou feia
Montagem: Ricardo Oliveira (FC08)


Torcedores do Glorioso,

"Não tem mais bobo no futebol !"

Com essa frase de autor desconhecido, mas muito inteligente, eu começo a postagem de hoje. Quase tudo estava desenhado para mais uma classificação do Botafogo, vitória em casa, elenco reunido e torcida presente. Eu disse quase tudo, Cuca continuou errando na escalação do time colocando o fraquíssimo Bruno Costa como titular, barrando Renan para colocar Castillo que vinha de contusão e no decorrer da partida ainda colocou Adriano Felício (Felixo).

Na tentativa de fazer o Morumbi virar um "Morumbinazzo", o glorioso foi na coragem, três atacantes para buscar fazer logo um gol no Corinthians. Os primeiros lances de perigo foram a favor do time da casa, Fábio Ferreira e Herrera assustaram Castillo.

Com o uniforme preto da linha 2008, o Botafogo só levou perigo ao gol de Felipe com Wellington Paulista, mas o goleiro corintiano defendeu bem. O primeiro tempo terminou no 0 a 0 e o resultado servia para o Botafogo.

Na volta do intervalo, Mano Menezes foi expulso por ter invadido o campo após uma confusão no final do primeiro tempo, mas o técnico corintiano já havia colocado Acosta na partida. O atacante uruguaio só precisou de seis minutos para bater o compatriota Castillo, Herrera fez boa jogada pela ponta direita e tocou para o meio da área, Acosta chegou livre e abriu a contagem. Corinthians 1 a 0.

Apenas três minutos depois, a esperança alvinegra voltou, Lúcio Flávio cobrou escanteio, André Luís cabeceou e a bola sobrou para Renato Silva completar para o gol e empatar. Parecia que tudo ia dar certo, mas aos 19 minutos o zagueiro Chicão cobrou falta na entrada da área e deixou o time do Parque São Jorge em vantagem. 2 a 1.

O resultado levava a disputa para cobrança de pênalti, visando a vaga nas penalidades, os técnicos promoveram mudanças em seus times. Para não se complicar com um possível gol no final, o árbitro Evandro Rogério Roman encerrou a partida antes mesmo dos 45 minutos.

A disputa foi para a decisão por pênaltis e os batedores mostraram categoria deslocando os goleiros. Chicão, Herrera, Nílton, Alessandro e Acosta fizeram para o Corinthians. Lúcio Flávio, Alexsandro, André Luís e Jorge Henrique converteram para o Fogão. Faltava Zé Carlos, ele foi para a bola e chutou no canto esquerdo de Felipe que saltou e espalmou a bola que ainda explodiu no travessão, naquela fração de segundos, o Botafogo perdia o jogo, a vaga na final, o técnico e o rumo.

CORINTHIANS-SP 2 x 1 BOTAFOGO

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP) / Data: 28 de maio de 2008, quarta-feira Horário: 21h50 (de Brasília) / Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa-PR) /

CORINTHIANS: Felipe; Alessandro, Chicão, William e Wellington Saci; Nilton, Eduardo Ramos, Diogo Rincón e Acosta (Carlão); Herrera e Dentinho. Téc: Mano Menezes

BOTAFOGO: Castillo; Renato Silva, André Luis e Bruno Costa; Túlio Souza, Leandro Guerreiro, Diguinho, Lúcio Flavio e Zé Carlos; Wellington Paulista e Jorge Henrique. Téc: Cuca

CUCA SAI, VEM AÍ NEY FRANCO

A esperança alvinegra


Depois de dois anos sem conquistas, mas muita paciência, a diretoria do Botafogo enfim rompeu os lanços com Cuca, desta vez parece que é pra valer e não por três jogos. O destino de Cuca pode ser o Santos e o Botafogo já negocia a vinda de Ney Franco, ex-Ipatinga, Flamengo e Atlético-PR, para General Severiano.

Agora é esperar para ver aonde vai o Botafogo, só espero que Ney Franco não traga consigo a "República do pão de queijo".

Nenhum comentário: