A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

domingo, 25 de maio de 2008

Outro gol no fim salva o Bota

Carlos Alberto briga no meio-campo do Glorioso
Foto: Lancenet

Torcedores do Glorioso,

Os representantes do Rio na semifinal da Copa do Brasil, foram ao Engenhão para jogar pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, com predominância reserva, o clássico foi melhor do que era esperado. O Botafogo estreou o novo uniforme e um novo formato de rede no Engenhão, se for por superstição, é melhor mudar tudo, não deu sorte ao alvinegro, porém, pelo lado da beleza, ficou melhor do que era antes. Eduardo Luíz marcou para o Vasco e Lúcio Flávio para o Botafogo.

Mal começou o jogo e o Gigante da Colina tomou a iniciativa ganhando um escanteio. Na cobrança de Alex Teixeira, a bola desviou em Alan Kardec e matou a defesa do Botafogo facilitando a vida de Eduardo Luiz que só escorou de pé direito, delírio da torcida vascaína que era maioria no Engenhão. Quem ainda estava nos bares do Mais Moderno do Brasil garantindo o seu biscoito Globo, perdeu o gol relâmpago do Vasco.

Após o gol, o cenário ficou perfeito para a atuação vascaína. O visitante, com vantagem no placar e na arquibancada, passou a jogar no contra-ataque. Carlos Alberto passou a ser o homem base do Botafogo e sofria forte marcação da defesa cruzmaltina. Mesmo com superioridade ofensiva, o fogão permitiu uma grande chance dos visitantes. O (mais uma vez eu digo) fraquíssimo Bruno Costa, perdeu bola para Alex Teixeira que deixou Alan Kardec na boa, o camisa 19 do Vasco errou a passada e desperdiçou a chance de ampliar. Ao final do primeiro tempo o Vasco teve outra oportunidade, Alan Kardec cobrou falta e a bola explodiu na trave.

O segundo tempo começou com uma alteração para cada lado, no Botafogo Jorge Henrique entrou para sair Abedi. No Vasco, o chileno Villanueva substituiu Jean. Com um minuto o técnico Antônio Lopes perdeu um jogador por contusão, saiu Valmir e entrou Bruno Gallo.

Depois de tanta mudança, o segundo tempo teve finalmente o primeiro lance de perigo. Aos 20 minutos, Alex Teixeira invadiu a área e chutou na rede pelo lado de fora. O troco do glorioso veio aos 23 minutos, Carlos Alberto dominou na área e bateu cruzado, a bola cruzaria a linha fatal do gol de Roberto, mas Renato Silva chegou chutando e perdeu um gol incrível dentro da pequena área. O zagueiro que já jogou no Fla, no Flu e agora está no Bota, quer completar seu ciclo no Rio e atuar no Vasco?

A partir de então o Botafogo começou a jogar tudo o que sabia, as conclusões que não eram boas, Diguinho, Zé Carlos e Jorge Henrique mandaram a bola lá na galera. Aos 28 a situação começou a melhorar para o Botafogo, Pablo fez falta no incansável Jorge Henrique, tomou o segundo amarelo e foi expulso.

A pressão do Botafogo começou a ficar mais forte, e depois de um agarra-agarra na área, o árbitro Luís Antônio Silva Santos viu pênalti de Vítor em Fábio (Eu não marcaria). Lúcio Flávio cobrou bem e deslocou Roberto. No final o Botafogo ainda tentou ampliar mas ficou mesmo no 1 a 1. Agora é só pensar no Corinthians pela Copa do Brasil.

Que venha o Corinthians !

BOTAFOGO 1 x 1 VASCO DA GAMA

Data: 25/05/2008
Cartão amarelo: Luizão, Vilson, Roberto e Souza (VAS); Carlos Alberto e Bruno Costa (BOT).
Cartão vermelho: Pablo (VAS)
Árbitro: Luís Antônio Silva Santos
Auxiliares: Marco Aurelio dos Santos Pessanha e Wagner de Almeida Santos
Público: 14.677 pagantes / Renda: R$ 19.694.000,00

BOTAFOGO: Renan, Alessandro, Renato Silva, Bruno Costa, Zé Carlos (Alexsandro), Túlio (Lúcio Flávio), Thiaguinho, Abedi (Jorge Henrique), Diguinho, Carlos Alberto e Fábio. Téc: Cuca.

VASCO: Roberto, Eduardo Luíz, Vilson, Luizão, Edu, Pablo, Souza, Valmir (Bruno Gallo), Alex Teixeira (Vítor), Jean (Villanueva) e Alan Kardec. Téc: Antônio Lopes.

Vídeoblog- Os gols de Botafogo 1 x 1 Vasco.


Nenhum comentário: