A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

sábado, 10 de maio de 2008

BRASILEIRÃO 2008 - O ANO DOS CARIOCAS

Foto: Arquivo de Internet

O Campeonato Brasileiro 2008 vai começar para os clubes do Rio de Janeiro a partir de amanhã. A expectativa é enorme para que um título venha para a Cidade Maravilhosa, fato que não ocorre há oito anos, onde o Vasco da Gama foi tetracampeão com uma vitória sobre o São Caetano na final (Copa João Havelange).

O Brasileirão foi disputado 37 vezes e na era dos pontos corridos desde 2003, 3892 jogos foram disputados, 5600 gols e uma média de 1, 46 gols por partida. A fórmula continua a mesma para essa temporada, valendo os mesmos critérios:

>> Caso o campeão da Copa do Brasil termine entre o 1º e o 4º lugar no Campeonato Brasileiro, se abrirá uma vaga na Taça Libertadores para o 5º colocado, que entrará na Fase Preliminar, enquanto o 4º colocado entrará na Fase de Grupos. Conseqüentemente, o 12º colocado ficará com a vaga do 5º colocado na Copa Sul-Americana.

>> Caso o campeão da Copa do Brasil termine entre 5º e 11º lugar no Campeonato Brasileiro, sua vaga para a Copa Sul-Americana se abrirá para o 12º colocado.

>> Caso o campeão da Taça Libertadores do ano anterior termine entre os 4 primeiros ele tem vaga direta na Fase de Grupos. Neste caso o 5º colocado ganha uma vaga pra Fase Preliminar. Conseqüentemente, o 12º colocado ficará com a vaga do 5º colocado na Copa Sul-Americana.

VASCO DA GAMA:


O Vasco da Gama está muito bem, obrigado. Após uma bela goleada sobre o Corinthians, de Alagoas, por 5 a 1 válido pela Copa do Brasil, na quarta-feira passada, o time da Colina enfrenta o Internacional, no Beira-Rio, apostando na dupla de ataque Edmundo - Leandro Amaral. Esse último é a esperança da torcida cruzmaltina que voltou a estar em lua-de-mel com o atacante após um conflito jurídico entre Leandro e o Vasco.

A mescla de experiência e juventude com os garotos das categorias de base de São Januário (Alan Kardec e Alex Teixeira) podem render ao Vascão uma boa colocação no Brasileirão e porque não o título?

Os reforços começam a surgir como o atacante Landu, contratado do Itumbiara, de Goiás, após destaque no campeonato regional deste ano, onde se sagrou campeão. Valmir, lateral do Palmeiras é outro que está na pauta de contratações do time cruzmaltino. Sem chances com o técnico Wanderley Luxemburgo, o lateral pode pintar como novo reforço para a posição. Cabanas é outro que foi especulado pelo presidente Eurico Miranda. O carrasco do Flamengo na Libertadores, é o preferido do presidente do Vasco, mas isso seria fato ou apenas deboche do mandatário?

FLUMINENSE:

O campeão de 1984 busca este título novamente, mas tem batido na trave nos últimos anos. Com um bom plantel e comandado pelo técnico Renato Gaúcho juntamente com as jovens promessas de Xerém como Alan, Dieguinho, Tartá, entre outros, o Fluzão com certeza será um dos times que brigarão pelo título. No primeiro desafio, o confronto contra o Atlético Mineiro, no Mineirão. A equipe entrará totalmente modificada, pois o foco inicial está voltado para a Libertadores da América, onde o Flu encara o São Paulo, na próxima quarta-feira, no Morumbi.

Washington, Dodô e Thiago Neves podem ser o diferencial para o Tricolor das Laranjeiras alcançar o tão sonhado bicampeonato brasileiro.

FLAMENGO:

Após a eliminação na Taça Libertadores para o América-MEX, é hora de juntar os cacos e pensar no Brasileirão. O novo técnico do Flamengo, Caio Júnior terá trabalhado redobrado para levantar a astral do time e conseguir armar um esquema vencedor para o único campeonato que resta ao rubro-negro no ano.

A janela de transferências do mercado europeu reabrirá trazendo o medo de perder os principais jogadores do elenco da Gávea. Destaques como Léo Moura, Juan, Renato Augusto, Diego Tardelli e até mesmo Obina são os alvos principais dos clubes do velho continente.

Caio Júnior terá uma filosofia de trabalho onde todos, sem exceção, terão chances de demonstrar seu futebol e quem sabe conquistar a titularidade na equipe, algo que faltou a Joel Santana, que adotou a “Tropa de Elite” e esqueceu-se de jogadores experientes e importantes como Jonatas, Gavilan, Maxi e o zagueiro Rodrigo mesmo com a grave contusão no braço.

A torcida rubro-negra espera o hexacampeonato e para isso o primeiro obstáculo é o Santos, amanhã, no Maracanã, com portões fechados devido uma punição do STJD.

BOTAFOGO:

O Fogão, mais experiente com os erros passados, entra na disputa do título nacional com a corda toda. A equipe comandada pelo técnico Cuca tem totais condições de repetir o bom início de campeonato do ano passado se mantendo nas primeiras posições até o término do campeonato em dezembro.

Lúcio Flávio, o maestro da equipe de General Severiano comanda a orquestra que ainda é composta por grandes músicos da bola como Jorge Henrique e o artilheiro Wellington Paulista. Luciano Almeida está de volta aos gramados e será peça importante para o Brasileirão, já que um elenco extenso e produtivo é importantíssimo para o ápice.

O polêmico Carlos Alberto, ex-Tricolor, é a aposta da diretoria do Botafogo para o Brasileirão. O ex-camisa 10 das Laranjeiras chega a General Severiano dizendo que tem raízes alvinegras e que ajudará a equipe no que for possível para que o clube conquiste o bicampeonato após 13 anos.

É aguardar para ver...
Fotos: Globoesporte.com

Um comentário:

AFlavis disse...

será? sinceramente, eu torço pra que seja. tenho grande simpatia pelos times do Rio. esse ano estão com bons elencos, o Fluminense então, nem se fala.
só depende deles. boa sorte.