A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

sexta-feira, 23 de maio de 2008

Do fundo do baú: PALMEIRAS(SP) 0 x 3 FLUMINENSE(RJ)(1970)

No dia 7 de Novembro de 1970, num sábado, Palmeiras e Fluminense se enfrentaram no Estádio do Morumbi pelo Torneio Roberto Gomes Pedrosa e os tricolores das Laranjeiras saíram vencedores pelo placar de 3 tentos a 0.

O Jogo

PALMEIRAS(SP) 0 x 3 FLUMINENSE(RJ)
Data:
07/11/1970
Torneio Roberto Gomes Pedrosa
Local: Estádio Cícero Pompeu de Toledo / Morumbi
Renda: Cr$ 143.845,00
Gols: Flávio 25 , 37/1º, 9/2º
Árbitro: Sebastião Rufino
PALMEIRAS: Neuri, Eurico, Baldochi, Nelson, Dé, Dudu, Ademir da Guia, Edu, Hector Silva (Fedato), César, Pio (Kraus) / Técnico Rubens Minelli
FLUMINENSE: Félix, Oliveira, Galhardo, Assis, Marco Antônio, Denílson, Didi (Silveira), Cafuringa, Samarone (Mickey), Flávio, Lula / Técnico: Paulo Amaral
Obs: Flávio e Kraus foram expulsos


O Craque: Félix


Félix Mielli Venerando nasceu em São Paulo, em 24 de dezembro de 1937. Profissionalizou-se no Juventus, com apenas 15 anos, e foi reserva do legendário goleiro Oberdã Catani, que teve seu auge no Palmeiras.Elástico e dono de boa colocação, um grande goeiro nos momentos decisivos. Um pouco inseguro, às vezes engolia frangos inacreditáveis. Mas não perdia a calma. Na Copa de 1970, sempre que a seleção precisou dele esteve lá para garantir a Taça.

Foi contratado pela Portuguesa em 23 de julho de 1955, mas não tinha chance na equipe, pois a Portuguesa já contava com os goleiros Cabeção e Lindolfo.Sua estréia na Portuguesa de Desportos foi em 26 de março de 1956, no Rio-São Paulo Internacional. Cabeção estava defendendo a seleção e Félix jogou na vitória de 2 a 1 contra o Newell's Old Boys da Argentina. A equipe era formada por:Félix, Zé Amaro e Nena; Giacomini, Manoel e Hermínio; Paulinho (Nelsinho), Ipojucã, Aírton, Zé Amaro e Edmur.Com a saída de Cabeção em 1957, a Portuguesa contratou no ano seguinte o goleiro Carlos Alberto, que havia jogado no Vasco.

Félix passou a treinar com os aspirantes e foi campeão paulista em 1957. Foi emprestado ao Nacional d Capital, onde jogou com o zagueiro (e mais tarde técnico) Mário Travaglini.Apenas com a chegada do treinador Nena, no final de 1960, é que Félix passou vestir a camisa 1 da Portuguesa. Foi titular absoluto de 1961 a 1963. De 1964 a 1968, quando deixou o Canindé, passou a se revezar com Orlando, contratado do São Cristóvão, do Rio de Janeiro.

Em 1964, a Portuguesa foi convidada para tomar parte nos eventos ligados à Feira Internacional de Nova York (New York World's Fair) e teve de enfrentar em Massachusetts, uma seleção local. O time da Portuguesa era respeitável, com Ivair, Henrique Frade, Almir e o campeão mundial Dida, entre outros.O jogo estava tão fácil que, quando já estava 9 a 0, Orlando entrou no gol e Félix, em vez de deixar o campo, decidiu jogar no ataque. Após um cruzamento de Almir pela direita, Félix entrou na área e marcou o décimo gol. O jogo acabou 12 a 1.Jogando pela Portuguesa, disputou quatro partidas pela seleção brasileira. Estreou no Pacaembu, em 21 de novembro de 1965, defendendo a chamada "seleção azul" na vitória de 5 a 3 sobre a Hungria.

Disputou a Copa Roca em Montevidéu, contra o Uruguai, entre 25 de junho e 1 de julho de 1967, em três empates (0 a 0, 2 a 2 e 1 a 1).Em 3 de março de 1968, disputou sua última partida pela Portuguesa, um empate em 0 a 0 contra o São Paulo. A Portuguesa jogou com:Félix, Zé Maria, Jorge, Augusto e Marinho; Ulisses, Lorico e Paes; Ratinho, Leivinha (Basílio), Ivair e Rodrigues.Foi vendido para o Fluminense em 20 de julho de 1968, por Cr$ 150 mil.Foi o goleiro titular do Brasil na Copa de 70, apesar das fortes críticas sofridas por parte da imprensa esportiva da época. Totalizou 48 partidas pela seleção.Encerrou a carreira no Fluminense, em 23 de janeiro de 1976, após o diagnóstico de uma calcificação de 7 cm no ombro direito.

Clubes
1951-1954: Juventus-SP
1956: Portuguesa-SP
1957-1958: Nacional-SP
1958-1968: Portuguesa-SP
1968-1977: Fluminense-RJ

Títulos por equipe
Copa Rio Branco: 1967, 1968
Campeonato Carioca: 1969, 1971, 1973, 1975, 1976
Copa Guanabara: 1969, 1971, 1975
Torneio Roberto Gomes Pedrosa :1970
Copa do Mundo: 1970Copa Roca: 1971
Torneio Verão: 1973
Torneio de Paris: 1976
Troféu Theresa Herrera: 1977

Seleção
47 jogos/47 gols sofridos

Um comentário:

jorge americo de a higino disse...

meu eterno idolo,legendario (gato felix)
uma defesa tão importante no jogo contra a inglaterra em1970 quanto o gol de3 jair