A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

sábado, 24 de maio de 2008

AMOR E INTRIGAS – FLA É LÍDER!



Torcedores do Mais Querido do Brasil!

O Flamengo entrou em campo, hoje, no Maracanã, sentindo a pressão que a torcida fará até o final do ano para que o time conquiste o hexacampeonato brasileiro já que a Libertadores, maior sonho da Maior e Melhor Torcida do Brasil foi por água abaixo. A intriga da torcida com o elenco parece se encerrar após a vitória de virada por 2 a 1 diante do Internacional. Marcinho e Souza marcaram para o rubro-negro e Nilmar descontou para o Colorado. Agora é só love!

Diante de um Internacional que também se recupera do baque da eliminação da Copa do Brasil para o Sport, o Flamengo começou a partida sem vontade, com muitos passes errados e a impaciência da torcida perante o cabeça-de-área Jaílton. O time Colorado estava bem postado em campo e anulava as subidas ao ataque dos laterais rubro-negros.

Aos nove minutos, Nilmar com liberdade, ajeitou a bola no peito e mandou uma bicicleta, assustando o goleiro Bruno. Três minutos depois, em falha da zaga, Nilmar teve mais uma chance para abrir o marcador, mas desperdiçou um gol feito. O time gaúcho continuava mais sintonizado no jogo e aos 21 minutos, Bruno salvou uma cabeçada mortal de Fernandão.


Não demorou muito para o Internacional marcar. O insistente Nilmar recebeu belo passe de Alex na área e não perdoou. Após o gol, o Flamengo acordou para a partida, mas não conseguiu criar uma chance clara para empatar. Sem piedade no término da primeira etapa, a apaixonada torcida que compareceu em bom número no Maior do Mundo vaiou o time sem dó.

O técnico Caio Júnior voltou do vestiário com uma mudança na equipe. O vaiado Jaílton saiu dando lugar a Jônatas. O meio-campo rubro-negro melhorou e com apenas cinco minutos, o Flamengo empatou. Juan cobrou falta pela direita, Fábio Luciano cabeceou, Renan defendeu temporariamente e Marcinho no rebote empurrou a bola no fundo das redes. Fla 1 a 1.

A torcida num passe de mágica voltou a apoiar o time e a cantarolar “Vamos Virar Mengo!”. O time cresceu pra cima do Internacional e aos dez minutos, Souza desencantou e marcou o gol da virada. Diego Tardelli tentou driblar o goleiro Renan dentro da área, o atacante foi derrubado, porém a bola foi ao encontro de Souza que apenas empurrou a bola para o gol. Talvez seja o gol mais fácil que o centroavante marcou. Fla 2 a 1.

Logo após, Marcinho e Souza com problemas musculares foram substituídos por Renato Augusto e Obina, respectivamente. O Flamengo passou a alçar bolas na área, buscando o Anjo Negro, sem sucesso.



Aos 26, o coração do rubro-negro ficou na mão. Nilmar driblou Bruno e faria o gol se não fosse Léo Moura que cortara a bola em cima da linha. O Inter continuou pressionando e aos 38 minutos, Alex em cobrança de falta quase empatou, mas Bruno segurou firme a redonda.

Nos acréscimos, o Flamengo poderia ter ampliado, mas Obina perdeu grande oportunidade após cruzamento de Léo Moura.

Com a vitória, o Mengão chega aos sete pontos e assegura a liderança do Campeonato Brasileiro. O próximo confronto é contra o Fluminense, no domingo, também no Maracanã.

Vamos Flamengo, Vamos Ser “Campeão”, Vamos Flamengo!


FICHA TÉCNICA: FLAMENGO 2 X 1 INTERNACIONAL

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 24/5/2008 - 18h10min (de Brasília)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa-PR)
Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa-PR) e José Amilton Pontarolo (PR)
Renda/público: R$ 426.566,00 / 27.031 presentes
Cartões amarelos: Juan, Fábio Luciano, Cristian e Jônatas (FLA); Marcão e Jonas (INT)

FLAMENGO: Bruno (7.0), Leonardo Moura (7.0), Fábio Luciano (5.5), Ronaldo Angelim (6.0) e Juan; Jaílton (4.0) (Jônatas – 5.5), Cristian (6.0), Toró (7.0) e Marcinho (7.5) (Renato Augusto – 6.0); Diego Tardelli (6.5) e Souza (7.0) (Obina – 5.5). Técnico: Caio Júnior (7.0)

INTERNACIONAL: Renan, Jonas, Índio, Sidnei e Marcão (Gil); Danny Morais (Adriano), Ramon, Ji-Paraná (Andrezinho) e Alex; Nilmar e Fernandão. Técnico: Abel Braga Braga.


Foto: Globoesporte.com e Fotocom.net

Nenhum comentário: