A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

sábado, 2 de fevereiro de 2008

Evolução nota 10

A pancada de Zé Carlos balança a rede do Vasco e abre caminho para a vitória.
Foto: globo.com
Torcedores do glorioso,

No clima do Carnaval o Botafogo voltou a jogar no Maracanã, esse jogo foi encarado como um divisor de águas, pois até agora o alvinegro só havia jogado com clubes de menor expressão, mas o glorioso encarou e desafio e foi para cima do rival.

Com 2 minutos de jogo Wellington Paulista tentou dar início a folia, mas acabou se atrapalhando todo e o goleirão Tiago ficou com ela. O gol abre alas do fogão saiu as 17 minutos, falta no campo de ataque, pelo lado direito, Lúcio Flávio tocou para Triguinho, que arrumou para Zé Carlos chutar forte e fazer um verdadeiro golaço, jogada ensaiada, 10 no quesito conjunto.

A "comissão de frente" vascaína tentou empatar o jogo, com Morais, mas Castillo pegou bem. O Botafogo respondeu, na cobrança de escanteio, Túlio subiu e escorou de cabeça no canto do goleiro do Vasco que ficou apenas olhando, Botafogo 2 a 0.

Alex Teixeira tentava de todas as formas descontar, o garoto deu trabalho para a zaga alvinegra, que não foi vazada no primeiro tempo, no final, Jorge Henrique sentiu a coxa e deu lugar a Fábio, o Botafogo pode perder o jogador para as próximas partidas.

Para o segundo tempo o Vasco voltou com Abuda, que entrou no lugar de Alan Kardec, e a alteração surtiu efeito, pois com apenas 1 minuto o meio-campo vascaíno foi derrubado por Diguinho, falta, na cobrança Morais cruzou e Jorge Luís fuzilou de cabeça, sem chances para Castillo, Botafogo 2 a 1.

Com 7 minutos de jogo o Botafogo perdeu um jogador, Zé Carlos fez falta em Wágner Diniz e tomou o vermelho direto. A partir daí o Vasco ganhou espaço e passou a pressionar o glorioso, após o levantamento na área, Diguinho cortou mal e a bola explodiu na trave de Castillo, quase um gol contra.

Abuda realmente entrou bem na partida, o jogador aproveitou falha de Castillo e empurrou para o gol, mas ele estava em posição irregular e o gol foi anulado. O Botafogo tentou atacar com Diguinho e Lúcio Flávio, mas eles não levaram tanto perigo. E como quem não faz leva, o Vasco empatou o jogo, Wágner Diniz cruzou, Renato Silva não conseguiu cortar, Bruno Meneghel dominou com o braço e finalizou por baixo de Castillo.

Cuca colocou Abedi e sacou Triguinho, tentando levar o time ao ataque, o que não surtiu muito efeito pois o Vasco estava melhor no jogo, Abuda e Alex Teixeira tentaram virar para a equipe cruzmaltina, mas não conseguiram.

No último ataque do Botafogo no jogo, Fábio deu um chapéu no adversário, invadiu a área e foi derrubado por Luisão, o árbitro marcou pênalti e expulsou o zagueiro vascaíno. Lúcio Flávio cobrou no meio do gol e fez a alegria da galera do Botafogo. Final de jogo no Maracanã e o Botafogo segue líder do grupo B.

VASCO 2 x 3 BOTAFOGO

Gols: Zé Carlos, aos 17, Túlio, aos 34 minutos do primeiro tempo; Jorge Luiz, a 1 minuto, Bruno Meneghel, aos 33, Lucio Flavio, aos 42 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos: Jonílson, Luisão, Abuda (Vasco); Diguinho, Alessandro (Botafogo)

Cartões vermelhos: Luisão (Vasco) e Zé Carlos (Botafogo)

Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ) / Auxiliares: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Jorge Luís Campos Roxo (RJ).

Data: 02/02/2008 - Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ) / Público: 31.700 pagantes / Renda: R$ 512.410,00

Vasco: Tiago, Wágner Diniz, Jorge Luíz, Luisão, Calisto, Jonílson (Bruno Meneghel), Beto, Leandro Bonfim (Amaral), Morais, Alan Kardec (Abuda) e Alex Teixeira. Téc. Romário/Alfredo Sampaio.

Botafogo: Castillo, Alessandro, Renato Silva, Ferrero, Triguinho (Abedi), Túlio, Diguinho, Lúcio Flávio, Zé Carlos, Jorge Henrique (Fábio), Wellington Paulista (Édson). Téc. Cuca.

Nenhum comentário: