A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Coluna: De olho na presa!

Esse será o palco para a estréia do Fla na Libertadores, o Estádio Jorge Basadre
Foto: commons.wikimedia.org


Hoje, darei o pontapé inicial na coluna "De olho na Presa", trazendo algumas informações dos adversários que o Flamengo terá na Taça Libertadores da América. O primeiro oponente será o Bolonesi. Alguém conhece o Coronel Bolognesi? Nem eu conhecia esse time de futebol, isso mesmo, time de futebol. Parece piada, mas a Libertadores traz essas exoticidades. O Bolo, como é chamado pelos seus torcedores, é um clube peruano, localizado na cidade de Tacna,que fica no Sul do Peru, a 1.293Km da capital Lima, e será o primeiro adversário do Mengão na maior competição das Américas.

O Coronel Bolognesi Futbol Club adquiriu esse nome em homenagem a Francisco Bolognesi Cervantes que é considerado um dos maiores heróis militares que o país já teve. A fundação dos "Diablos Rojos" se deve primeiramente ao Club Deportivo Coronel Bolognesi que surgiu em 1929. Devido a dívidas e outras peculiaridades a equipe profissional se extinguiu em 1992.

Em 1998, houve o ressurgimento desta equipe que é comandada por empresários. O retorno era apenas direcionado as categorias de base, mas o sucesso foi tão grande, que o clube conseguiu promover-se para o futebol profissional novamente.

Ano passado, o Bolognesi conseguiu o vice-campeonato peruano e conquistou o direito de disputar a Libertadores. O estadio do "El Coronel" é o Estádio Jorge Basadre, inaugurado em 1954 e que foi reformado há pouco tempo para a disputa da Copa América de 2004. O "caldeirão" suporta 25 mil torcedores apenas, nada comparado ao Maracanã, palco se Deus quiser da finalíssima em que o Flamengo será bicampeão.


A moderna estrutura do estádio Jorge Basadre em Tacna, no Peru. - Foto: newspagedesigner.com

Um fato curioso envolve esse jogo, pois o Flamengo jamais em suas oito participações no torneio continental, enfrentou uma equipe peruana.

Os Escarlatas tem uma base limitada e montada por jogadores novos. Destacam-se nessa equipe o goleiro Diego Penny, que veio do Sporting Cristal e está na seleção peruana. Cuidado também nos jogadores Luís Ramirez e Julian Basquez. O técnico, Juan Reynoso costuma adotar um dos tipos de esquemas táticos: 4-4-2 ou o 4-3-3. O time base é formado pelos seguintes jogadores: Penny; Reubredo, Ostersen, Linãrez, Álvarez; Uribe, Vásquez, Ramirez e Ross; Mostto e Vigil.

Na guerra do Pacífico, o coronel Francisco Bolognesi Cervantes reagiu em uma situação crítica de rendição com a seguinte frase: "Tenho deveres a cumprir aqui e os cumprirei até o último cartucho." Dessa forma, o Flamengo deverá encarar o Bolo, com entrega de nossos jogadores até o último instante de jogo, pois Libertadores é disposição, vontade e principalmente RAÇA!

Vamos Mengão, Avante Mengão, Nosso Time é Forte!

Nenhum comentário: