A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

domingo, 10 de fevereiro de 2008

Thiago Neves - O Carrasco

Flamengo é goleado pelo Fluminense por 4 a 1
Foto: Alexandre Cassiano - O Globo

Torcedores do Mais Querido do Brasil,

Em um jogo onde ambos estavam classificiados, um jogador teve destaque fundamental perante 40 mil torcedores. Estou falando do carrasco Thiago Neves que marcou três gols e foi o comandante da vitória do Fluminense.

O Mengão entrou no Maracanã com os 100% de aproveitamento e com o primeiro lugar do Grupo A garantido, porém ninguém esperava uma goleada por 4 a 1 e de virada.

O jogo não foi um dos mais brilhantes e se de um lado Fernando Henrique salvava o Flu, do outro, Diego entregava de bandeja a vitória com seus erros grotescos.

No primeiro tempo, Fernando Henrique executou duas defesas espetaculares em chutes de Obina e Diego Tardelli. O time das Laranjeiras apenas assustava com as chegadas de Thiago Neves que encontrava liberdade pelos lados do campo.

Com o fim do primeiro tempo sem gols, o tempo tratou de apimentar o clássico com um temporal surpreendente que foi capaz de provocar um apagão no Maracanã durante alguns minutos e encendiar as torcidas que entraram no clima.

Quando a luz retornou e a bola rolou, logo com oito minutos, Kléberson após um bate e rebate na grande área tricolor, marcou o primeiro gol dele com o "Manto Sagrado" e o primeiro gol do Fla no clássico. Enquanto a torcida fazia a festa, dois jogadores começaram a se destacar: Thiago Neves e Diego, goleiro rubro-negro.

Após o gol do Mengão, uma falta perigosa pertencente ao Flu. Diego, dono da camisa 20, descobriu porque é o reserva e sempre será reserva. Armou a barreira com apenas três jogadores e aceitou uma cobrança a meia altura defensável. Fla 1 a 1.

O empate deixou a partida lá e cá, porém o baile tricolor começou a se construir com mais uma falta. Thiago Neves ajeitou com todo carinho e novamente, Diego adiantado, desatento, mal posicionado, aceitou. A virada deixou o Mengo desatordoado.

Em mais uma jogada individual do camisa 10 tricolor, Thiago Neves, costurou a fraca e jovem zaga rubro-negra e na saída do goleiro, ampliou o marcador. Flu 3 a 1.

Aos 41 minutos, mais uma falta para o Fluminense. Dessa vez, Maurício ampliou, com mais uma falha de Diego que primeiramente colocou apenas um jogador na barreira e segundo que ficou indeciso na saída do gol.

Essa partida mostra que há jogadores que devem deixar a Gávea o mais rapidamente possível. No Flamengo a pressão segue lado a lado, e aqueles que não sabem conviver com ela, que se retire. Citá-los seria algo anti-ético de minha parte, mas qualquer um advinha de quem estou falando após uma atuação pífia desses suplentes na segunda etapa.

Que venha o Vasco, nosso eterno frêgues!

Ficha Técnica:

Flamengo: Diego (1.0), Luizinho (3.0), Thiago Sales (2.0), Rodrigo Arroz (2.0), Egídio (4.0), Cristian (5.0), Leo Medeiros (4.5), Colace (1.0) (Marcinho - 6.0), Kleberson (8.0), Diego Tardelli (7.0), (Maxi - 5.0), Obina (5.5).Técnico: Joel Santana (4.5)

Fluminense: Fernando Henrique, Rafael, Roger, Anderson, Gustavo Nery, Fabinho, Romeu, Arouca, Conca, (Maurício), Cícero, Thiago Neves. Técnico: Renato Gaúcho


Árbitro: João Batista de Arruda
Auxiliares: Jackson Lourenço e Marcelo Fonseca
Renda: R$ 630.691,00
Público: 39.056 pagantes (42.543 presentes)
Cartões amarelos: Colace (Fla), Leo Medeiros (Fla), Arouca (Flu), Gustavo Nery (Flu), Diego Tardelli (Fla), Romeu (Flu), Thiago Sales (Fla)

Um comentário:

victordahanjm disse...

Não é somente de se lamentar a pífia atuação do nosso goleiro "mão de Jacaré" Diego e sim a lamentável escolha do nosso ilustre Joel Cachaça ao optar em escalar um time completo de reservas, do goleiro "mão de jacaré" ao ataque ! Joel, quando quiser poupar vê se escala um time misto pelo menos. Veja uns vídeos do Luxemburgo poupando jogares para ver se aprendes Cachaça ! Mas não tem nada não, damos essa vitória ao Florminense para mais tarde quando estiver valendo detonarmos eles por completo !
Tricoletes, comemorem enquanto ainda há tempo, pois quando for pra valer viram a verdadeira força do mengão !
SRN