A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

sábado, 4 de outubro de 2008

Sem criação, Bota perde

André Luís disputa bola pelo Botafogo
Foto: Estado
Torcedores do Glorioso,

Não quero tirar os méritos do Grêmio, mas o Botafogo não mereceu perder no jogo de hoje. Teve maior posse de bola e mostrou que realmente está de volta a boa fase. Novamente chamo atenção ao Carlos Alberto, com seu novo visual de cabelo alvinegro, o camisa 19 fez mais uma partida impecável. O estreante Douglas e o zagueiro Réver marcaram para o Grêmio e Renato Silva descontou para o Bota.

Com alguns desfalques, Ney Franco inovou escalando Carlos Alberto ao lado de Jorge Henrique no ataque, como volante ele colocou Leandro Guerreiro deslocando Diguinho para atuar ao lado de Lúcio Flávio. O Bota começou um pouco recuado na partida, talvez sentindo a pressão da torcida tricolor que fez barulho o jogo todo. Aos 14 minutos o meio-campo Douglas saiu de dois marcadores e chutou de três dedos surpreendendo Castillo, mas a bola foi pela linha de fundo.

Embora tivesse mais tempo com a bola, o Botafogo não encontrava os espaços para criar as jogadas, as únicas oportunidades eram quando Carlos Alberto voltava para buscar jogo, enquanto Lúcio Flávio esteve apagado. No primeiro lance de eficiência do camisa 10, ele cobrou a falta na cabeça de Jorge Henrique que desviou no primeiro pau e a bola sobrou livre para Renato Silva empurrar para o fundo do gol. Botafogo 1 a 0.

E não tinha dado nem tempo para sentir o gostinho dos três pontos quando o Grêmio empatou. O jovem e habilidoso Douglas chutou de fora da área, a bola desviou em André Luís e tirou as chances de defesa de Castillo. Empate no Olímpico. Pouco tempo depois o lance principal do primeiro tempo. Jorge Henrique levou uma cotovelada do zagueiro Léo e o árbitro Héber Roberto Lopes, talvez temendo a torcida do Grêmio, expulsou os dois jogadores. Até agora eu não entendi o critério para a expulsão do jogador alvinegro.

O Botafogo voltou para o segundo tempo com duas alterações, Renan em lugar de Castillo (machucado) e Zárate em lugar de Leandro Guerreiro, para suprir a falta de um atacante. O Bota seguia incomodando no ataque e na (re) estréia de Leandro Zárate, o camisa 18 mostrou que não é mais aquele que jogou contra o Náutico, teve, inclusive, boas oportunidades para marcar.

O Grêmio teve a primeira grande chance, com Felipe Mattioni, mas Renan fez bela defesa mostrando que quer uma vaga de titular. O tricolor gaúcho achou seu gol aos 18 minutos, em cobrança de escanteio o zagueiro Réver foi mais alto que a defesa e cabeceou preciso sem chances para Renan. Grêmio 2 a 1.

O Botafogo tentou seguir a frente buscando seu gol enquanto o tricolor parecia contente com o resultdo. Em um lance de Triguinho pelo lado esquerdo, a bola ficou com Zárate que virou bonito de pé direito e o goleiro Victor encaixou bem a defesa. Pouco depois, Carlos Alberto foi derrubado na entrada da área e Héber Roberto Lopes não deu nada. O jogo foi se arrastando até o final com o Glorioso em desvantagem. A próxima partida será contra o Vitória, no Engenhão.

GRÊMIO 2 X 1 BOTAFOGO

Estádio: Olímpico, Porto Alegre (RS)
Data/hora: 04/10/2008 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Auxiliares: Ivo Carlos Bohnm (PR) e Carlos Berckenbrock
Renda/público: R$ 631.375 / 33.740 pagantes
Cartões amarelos: William Magrão e Morales (GRE); Triguinho, Carlos Alberto e Zárate (BOT)
Cartões vermelhos: Léo (44'/1ºT) e Jorge Henrique (44'/1ºT)
GOLS: Renato Silva, 30'/1ºT (0-1); Douglas Costa, 32'/1ºT (1-1); Réver, 18'/2ºT (2-1)

GRÊMIO: Victor; Leo, Réver e Thiego; Felipe Mattioni, Rafael Carioca, William Magrão, Douglas Costa (Makelele, 24'/2ºT) e Hélder; Soares (Marcel, 35'/2ºT) e Richard Morales (Reinaldo, 31'/2ºT) - Técnico: Celso Roth

BOTAFOGO: Castillo (Renan, intervalo), Alessandro, Renato Silva, Andre Luis e Triguinho (Gil, 22'/2ºT); Leandro Guerreiro (Zárate, intervalo), Túlio, Diguinho e Lucio Flavio; Carlos Alberto e Wellington Paulista - Técnico: Ney Franco

MANDARAM BEM: Carlos Alberto, Diguinho, Castillo e Renan
MANDARAM MAL: Lúcio Flávio, Túlio e Gil

Nenhum comentário: