A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

MÁRCIO BRAGA E SUAS EXPLICAÇÕES

Márcio Braga se envolve em outra polêmica na semana do clássico contra o Vasco
Foto: Globoesporte.com


O presidente do Flamengo envolveu-se em mais uma confusão de bastidores para o Clássico dos Milhões que será realizado nesse final de semana. E com exclusividade, o mandatário rubro-negro concedeu entrevista ao amigo Vinicius Castro do site FlamengoRJ e do Jornal da Nação.

Confira na íntegra:

Por Vinicius Castro:


O nome do presidente Márcio Braga esteve envolvido em duas polêmicas nos últimos dias. A frase: “Estou organizando a festa do hexa”, dita antes da derrota para o Atlético-MG, virou motivo de polêmica e gozação por parte dos concorrentes ao título Brasileiro. Na última segunda-feira, uma entrevista concedida a um site esportivo do Rio de Janeiro, dava conta de uma declaração em que Márcio Braga teria afirmado que o time do Vasco era fraco e que não conhecia a equipe rival. Segundo ele, a entrevista foi maldosamente editada, dando outro sentido as suas palavras. O presidente voltou a afirmar que confia na equipe e vê o Flamengo como um dos candidatos ao título Brasileiro. Márcio Braga também comentou assuntos como salários atrasados, renovação com a Petrobras e a situação com a Nike.

Polêmica sobre a matéria envolvendo o Vasco da Gama:

- Me ligaram desse veículo na segunda de manhã. Foi uma garotada que parece levar tudo na brincadeira. No meio da conversa disse que o time do Vasco aparentava ser fraco pela posição que ocupa na tabela. No entanto, considero-o o adversário mais duro para o Flamengo. Não há favoritismo e será um jogo muito difícil. O Vasco precisa ser respeitado pela sua história. Editaram a matéria e alteraram o sentido das minhas palavras. Foi uma maldade que fizeram comigo. Na minha opinião isso não é jornalismo. Não dou mais entrevista para eles. Se aproveitar disso e estabelecer uma polêmica que não existe é uma verdadeira maldade.

Declaração: “Estou organizando a festa do Hexa”:

- Foi uma força de expressão, que acabaram entendendo de forma errada. Pela confiança que tenho no Flamengo, tentei motivar o grupo e minha opinião continua sendo a mesma. Vamos enfrentar os adversários diretos e temos totais chances de vencer. Se ganharmos as nossas partidas vamos disputar o título. Estamos na briga e bem. Nosso time não é pior nem melhor do que ninguém. O que o Flamengo precisa fazer é vencer. Continuo acreditando muito na nossa equipe.

Obrigação de ficar entre os quatro ao término do Campeonato Brasileiro:

- O Kléber tem toda a razão. É inadmissível o Flamengo não se classificar para a Libertadores 2009. Investimos muito no futebol profissional e ainda estamos disputando o título. Se não der, pelo menos temos de ir a Libertadores. Acho que o jogo contra o Atlético-MG foi um fato isolado. Vejo que a equipe encaixou desde a vitória sobre o Náutico. Precisamos vencer para retomar a tranqüilidade e o caminho das vitórias.

Salários atrasados:

- Fomos pegos de calça curta por essa crise econômica. Ficou complicado equilibrar as finanças, mas as bolsas já subiram e resolveremos esse pequeno atraso até o final da semana. Faz parte de um grande clube de futebol e trabalhamos para que isso não aconteça.

Renovação com a Petrobras:

- Tive uma boa conversa inicial e deixamos todas as hipóteses em aberto. Vou começar a negociar pessoalmente a renovação na semana que vem. Para não passarmos por esse sufoco de renova ou não-renova todo ano, tenho a preferência de fechar um contrato de três anos. No entanto, não tem nada decidido e preciso conversar com eles, até para saber se isso interessa a Petrobras.

Situação da Nike:

- Não quero que a Nike passe na porta do Flamengo. Tenho trinta anos de futebol e nunca vi uma empresa maltratar tanto um clube. A Nike é uma péssima parceira e fornecedora. É completamente descartada qualquer possibilidade de acordo. Entramos com processo contra eles e estamos esperando a definição. Não quero a Nike nunca mais. Vou até parar de falar esse nome, pois me dá urticária.

Silêncio com a imprensa:

- O silêncio não é com a imprensa em geral. O problema é com o tipo de imprensa que fez essa maldade comigo. Com eles não falo mais. Aliás, não tenho nem o que falar. Vou viajar hoje e só volto na véspera do clássico. Agradeço ao JORNAL DA NAÇÃO pelo espaço e a oportunidade de esclarecer esses assuntos. Só espero que minhas declarações sejam colocadas na íntegra, pois não agüento mais confusão - encerrou de forma descontraída.

O presidente Márcio Braga colocou-se à disposição do JORNAL DA NAÇÃO e elogiou o profissionalismo e ética exercida pelos profissionais deste veículo.

3 comentários:

Rose disse...

[retorno de visita =)]Oii vim dar uma conferida no seu blog, legal hein! Confesso que não entendo de futebol(até deveria), mas achei o formato bem interessante. Bjs

Aldevan Junior disse...

Rapaz, reproduzir o que esse senhor fala é perda de tempo. Nada do que ele fala acontece....

Abraço!

Sobre o Futebol Carioca disse...

é marcio braga, melhor fica quieto e olha o time do flamengo e não ficar falando de outros clube.