A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

domingo, 19 de outubro de 2008

ADEUS VASCO!

Obina e os companheiros comemoram o único gol da partida
Foto: André Durão - O Globo



Torcedores do Mais Querido do Brasil!

O Flamengo venceu o Vasco por 1 a 0, gol contra do zagueiro Jorge Luiz, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, e o sonho do título voltou, pois com os resultados do final de semana, o Mengão está a um ponto do G4 e a quatro pontos do líder Grêmio.

Não foi a apresentação que os corajosos torcedores que foram ao Maracanã esperavam, mas o Flamengo conseguiu vencer os obstáculos técnicos, físicos e pscicológicos, mantendo o tabu agora de seis partidas sem derrotas para o arqui-rival. O Flamengo jogou praticamente recuado no segundo tempo e contou muito com a colaboração do zagueiro Jorge Luiz, que marcou o gol contra e pela excelente atuação do goleiro Bruno, que só não fez chover porque esse papel ficou para São Pedro cumprir.

O Vasco só não desce mais a ladeira porque já está na última posição, mas o calvário para sair da zona de rebaixamento torna-se complicado a cada rodada. Faltando oito jogos, Obina & Cia. colocaram mais um pouco de terra na cova cruzmaltina.

Caio Júnior, enfim, soube trabalhar com as peças do elenco para o Clássico dos Milhões. Na vaga do inoperante Jaílton, o jovem Airton conseguiu desempenhar o seu papel como volante de forma coerente, sem comprometer. Toró, conquistou de vez a confiança do treinador e parece ter conseguido reconquistar a vaga de titular no meio-campo rubro-negro. O "Motorzinho", como era carinhosamente chamado pelo ex-treinador Joel Santana, foi um leão incansável, correndo para todos os lados e auxiliando na saída de bola com desenvoltura. Com o desfalque do pentacampeão Kléberson por forte gripe, o meio-campo Éverton não soube aproveitar a oportunidade dada pelo técnico. Juan e Léo Moura, os pulmões da Gávea estiveram presos na marcação, pela velocidade que o time vascaíno impôs ao jogo, porém frequentemente chegavam pelos flancos do campo e com infiltrações pelo meio-campo.

Obina merece um parágrafo especial. O xodó rubro-negro não é nenhum gênio, nenhuma estrela, nenhum craque, entretanto, é peça fundamental no esquema rubro-negro. Formando a dupla de ataque com Marcelinho Paraíba, que sai mais da área, o Anjo Negro se posiciona muito bem entre os zagueiros, atormentando-os. A raça do baiano na partida dessa noite, foi suficiente para resgatar aquele carinho da torcida consigo.

Ibson não é de fato aquele jogador da arrancada do Brasileirão de 2007, mas demonstrou uma melhora no segundo tempo do clássico, após a expulsão do capitão Fábio Luciano, que o "obrigou" a jogar na sua verdadeira posição, como um segundo volante. Os passes longos continuam falhos, mas o jogador demonstrou dedicação e empenho.

O JOGO

O Vasco começou a partida impondo um ritmo forte, com muita velocidade. Na saída de bola, Alan Kardec chegou com perigo a meta do goleiro Bruno. Aos poucos, o time vascaíno foi se soltando, aproveitando os passes errados do Flamengo, e arriscando os chutes de longa distância, mas ora a bola rumava pela linha de fundo, ora o camisa 1 rubro-negro fazia a defesa.

O Mengão começou a se organizar a partir dos 30 minutos da primeira etapa. Marcelinho Paraíba cobrou uma falta cheia de veneno e quase marcou um golaço. Aos 43, Obina disputou a bola entre quatro zagueiros e no momento da finalização, o zagueiro Jorge Luiz quis colocar seu nome na história do clássico e decidí-lo. Com um bico, o goleiro Rafael não segurou e a redonda morreu no fundo das redes. Festa na arquibancada e zuação com os vascaínos aos gritos de "Segundão Divisão."

O segundo tempo foi fraco tecnincamente, mas com muita emoção. Renato Gaúcho perdeu a paciência rapidamente com o time vascaíno. Pedrinho e Wagner Diniz entraram. Com a expulsão do capitão Fábio Luciano, o Flamengo se fechou, espanando a bola, esfriando a partida e tentando explorar os contra-ataques. Daí em diante, o goleiro Bruno começou a se destacar. Primeiramente, em uma cabeça firme do zagueiro Eduardo Luiz e depois nos chuveirinhos.

Dessa vez, o presidente Márcio Braga pôde comemorar a suposta afirmação de que o time vascaíno era fraco, mas não se contente com essa vitória magra e suada, pois isso só confirma a irregularidade do Flamengo e porque não, a competitividade do Campeonato Brasileiro.

Adeus Vasco! Adeus Vasco!

FICHA TÉCNICA:VASCO 0 X 1 FLAMENGO

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 19/10/2008 - 18h10 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)

Renda/público: R$ 679.117,00 / 37.074 pagantes.Cartões amarelos: Jorge Luiz, Mateus, Wagner Diniz (VAS); Fábio Luciano (FLA). Cartão vermelho: Fábio Luciano (FLA), 19'/2ºT.

VASCO: Rafael, Fernando, Jorge Luiz e Eduardo Luiz (Pinilla); Baiano (Wagner Diniz), Jonílson, Mateus (Pedrinho), Madson, Alex Teixeira e Valmir; Alan Kardec. Técnico: Renato Gaúcho.

FLAMENGO: Bruno (9.0), Aírton (7.0), Fábio Luciano (6.0) e Ronaldo Angelim (6.5); Léo Moura (7.0), Toró (7.0), Ibson (6.5), Everton (6.0) (Fierro - 6.0) e Juan (6.5); Marcelinho Paraíba (6.5) (Dininho - 5.5) e Obina (8.5) (Josiel - 5.0). Técnico Caio Júnior (7.0).

6 comentários:

Luiza Brito disse...

A mulambada deu sorte dessa vez...

Aldevan Junior disse...

Fala Renan!

É certo, ADEUS VASCO, mas nosso time deve jogar muito para ser campeão, como nossa torcida exige.

Meu comentário sobre o jogo está lá no meu blog, o caneta de Chuteira.

Penso que o Vasco dominou o jogo, mas se comportou como um garoto que vai a um bordel pela primeira vez: escolhe a moça, leva para o quarto, mas tem vergonha de ir para os finalmentes.

Se o Bacalhau continuar com essa portura, vai levar fama de viado, que dizer, vai parar na série B do ano que vem. E na situação que se encontra, deve permanecer por lá por mais de uma temporada.

Abraço!

Saulo Milleri Biral disse...

Sobre o Clássico. O Vasco até que teve umas oportunidades para fazer o seu gol, mas pecou nas finalizações e o Flamengo aproveitou isso. Foi uma derrota que complica a situação do Vasco no campeonato. É preciso agora ganhar os jogos que virão pela frente, principalmente em casa. Foi uma vitória importantíssima para o Flamengo que continua na briga pelo título. Se quiser ganhar o título não pode mais vacilar.

roberto carlos moreira disse...

EU GOSTARIA DE COLOCAR O SEU LINK NO MEU ALMANAQUE. SÓ TENHO MEDO QUE A EDIÇÃO IMPRESSA ESTE ANO,FIQUE QUEBRADO PARA QUEM TENTAR ACESSAR EM 2009 .

http://futebolcarioca2008.blogspot.com/

Warley Morbeck disse...

Está cada vez mais fácil.

Warley Morbeck
http://flamengoeternamente.blogspot.com
http://eternabola.blogspot.com

sobreofutebolcarioca disse...

parece que o vasco vai cair, mas vou tocer pra não cair.