A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Segue a perseguição ao Botafogo

Torcedores do Glorioso,

Até quando o Botafogo vai ter de lutar contra adversários fora de campo? Já não bastava o ST"J"D e agora vem a CBF, essa mesma que tem por obrigação fazer um campeonato limpo e reconhecer um campeão de fato, tenta prejudicar o Botafogo, ou melhor, favorecer o Flamengo. A desculpa é sempre a mesma, o Engenhão, estádio que sediou jogo da seleção brasileira, Pan-Americano e 3 clássicos cariocas de grande rivalidade, não pode ser o palco de um simples jogo entre Flamengo e Botafogo por falta de segurança.

Só para dar um exemplo, os clássicos paulistas são sempre em um estádio diferente, de acordo com o mandante. Até a Lusinha faz valer seu mando de campo e coloca os clássicos no Canindé (diga-se de passagem, um estádio muito inferior ao João Havelange) e poucas vezes há falta de segurança dentro do estádio. Será incompetência da polícia carioca ou realmente um favorecimento ao time sediado na beira da Lagoa?

A torcida do Flamengo é grande? Sim, a maior do país. Mas a carga de ingresso para eles será só de 20%, ou seja, nem serão notados em meio a nação alvinegra. Outro clube que já atuou no Engenhão foi o Corinthians, dono da segunda maior torcida do país e tudo correu na mais perfeita segurança, mas em campo o Botafogo venceu, deve ser este o medo da CBF, o Flamengo pode perder o jogo.

É claro que corremos o risco de ter o João Havelange destruído pelos torcedores rivais, mas isso o seguro cobre, o que o seguro não cobre é essa roubalheira. Kléber Leite ainda tentou argumentar que o Maracanã também é campo do Botafogo, já que o glorioso ganhou muitos títulos lá, porém o fogão joga no João Havelange há mais de um ano e está totalmente ambientado ao estádio, seja taticamente, financeiramente e etc..., assim como o Fla está no Maraca.

Em nota oficial, o presidente Bebeto de Freitas argumentou o seguinte: "A mudança do local acarretará graves problemas operacionais para o clássico. Em primeiro lugar, o Botafogo não aceita, não quer e nem vai trabalhar com a empresa de ingressos do Maracanã, a BWA. O Botafogo tem um contrato com o Ticketmaster e, se quebrado em algum jogo, ocasiona uma multa. Além disso, o clube também não tem controle sobre o quadro móvel do estádio, como faz no João Havelange.

Fora isso, ainda há toda a questão financeira por trás. No João Havelange, o clube possui direitos de publicidade, venda de camarotes, contratos de vendas para o setor Visa do estádio e recebe pela concessão de prestação de serviços dentro de estádio. Os nossos camarotes são comercializados no início do campeonato e incluí em seu preço o clássico contra o Flamengo. Sem esse jogo, o consumidor será prejudicado em seu direito.

O Botafogo ainda sai lesado na exposição de sua marca, já que o seu estádio é um patrimônio que pode ser explorado e, para isso, precisa de visibilidade. Sem a partida contra o Flamengo, esta diminuirá.

Portanto, o Botafogo é explicitamente contra a mudança do local da partida e espera, no mínimo, explicações. No caso de o jogo ser mantido no Maracanã, o clube exige um ressarcimento pelos prejuízos financeiros citados nesta nota. Fica a pergunta. Quem pagará todos esses prejuízos causados ao Botafogo?"
Saudações Alvinegras.

2 comentários:

Sérgio Ricardo de Freitas disse...

Enquanto isso,Fogão dos "frouxos" é eliminado da Sul Americana de 2008.

Sérgio Ricardo de Freitas disse...

O Fogão se decepcionou bem na Sul Americana 2008.