A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

FALTOU ENERGIA!

Obina disputa a jogada com zagueiro do Vitória
Foto: Agência O Globo

Torcedores do Mais Querido do Brasil!

O Flamengo poderia ficar a apenas um ponto do líder Grêmio na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, mas desperdiçou uma grande oportunidade ao empatar com o Vitória, ontem, no Barradão, pelo placar de 0 a 0. E pra piorar a rodada não foi tão favorável de certo modo, já que o rubro-negro saiu do G4 com a vitória do Palmeiras. Na próxima rodada, o Mengão encara a Portuguesa, no Maracanã.

Durante a semana, o meio-de-campo Kléberson foi poupado devido a uma forte gripe e no final das contas, acabou sendo escalado para o jogo. Não que ele tenha feito uma péssima partida, mas ficou devendo vontade e garra. O técnico Caio Júnior montou a equipe para explorar principalmente os contra-ataques, mas com o setor de criação contendo três volantes e os laterais em noite pouco inspirada, o Flamengo não conseguia impor o seu jogo e para um time que quer ser campeão, faltou muita coisa a começar pelo gol. Como perde gol esses jogadores!

O lateral-esquerdo Juan insistiu em jogar pelo meio e dava muita liberdade para as investidas do Vitória que assustava nas jogadas pelo seu lado do campo. Ibson que deveria no mínimo ajudar na marcação também não contribuia e pecou muito nos passes longos. A zaga com Fábio Luciano e Ronaldo Angelim consistente rechaçava a bola da área, tirando da zona de perigo, mas no mano a mano poucas vezes o "zagueiro" Jaílton ganhava a disputa e exigia as defesas do goleiro Bruno.

Obina que reencontrou a torcida que tanto o idolatrou foi o jogador que mais brigou e produziu pelo time carioca. Disposto a não perder uma só dividida, correu o risco até de ser expulso em certas ocasiões. Marcelinho Paraíba também foi útil até a decisão errada do aprendiz de treinador o tirar para a entrada do argentino Maxi.

Se o técnico do Flamengo criar confiança e espírito de vencedor e acabar com a mentalidade pobre de ganhar apenas um ponto fora de casa, nessa altura do campeonato o rubro-negro da Gávea poderia ter ganho o jogo e continuar crescendo com força na competição. Com a entrada do meio-campo Fierro aos 30 minutos do segundo tempo, o time melhorou de produção, criou espaços e oportunidades e se pressionasse com mais energia poderia marcar.

Não é possível que esse técnico seja tão leviano. Tudo bem que a diferença caiu para três pontos, mas o título poderia estar bem mais próximo se ele contagiasse esse time e colocasse o Flamengo ao ataque diante de qualquer equipe. Peças de qualidade ele tem aos montes nesse elenco, porém ele não sabe trabalhá-las.

Parece que com o apagão aos cinco minutos do primeiro tempo fez com que o cérebro do "professor" apagasse e o de seus neurônios (jogadores) também.

FICHA TÉCNICA

Local: Barradão, Salvador (BA)

Data/Hora: 28/10/2008 - 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Sálvio Spínola Filho (Fifa-SP)
Auxiliares: Marcelino Tomaz Neto (SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP)
Renda/Público: R$ 573.300,00 / 35.000 pagantes

Cartões amarelos: Willians, Jackson, Leonardo Silva, Marco Aurélio (VIT); Kleberson, Obina (FLA)

VITÓRIA: Viáfara, Marco Aurélio, Leonardo Silva, Thiago Gomes e Marcelo Cordeiro; Vanderson, Renan, Willians (Ricardinho) e Jackson (Ramon); Marquinhos e Rodrigão (Robert). Técnico: Vágner Mancini.

FLAMENGO: Bruno (7.0), Jaílton (5.0), Fábio Luciano (5.5) e Ronaldo Angelim (6.0); Léo Moura (5.5), Toró (5.5), Ibson (5.5) (Fierro - 6.5), Kleberson (5.0) e Juan (5.0); Marcelinho Paraíba (6.0) (Maxi - 5.0) e Obina (7.0) (Vandinho - 5.0). Técnico: Caio Júnior (4.5).

Um comentário:

Sobre o Futebol Carioca disse...

o time teve um apagão terrivel