A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Fifa reconhece grandeza do fogão

Montagem: Ricardo Oliveira (FC08)
Torcedores do Glorioso,


"FOGÃO FLAMES BURN ETERNAL", essa é a frase que está estampando a página principal do site da FIFA, entidade maior do futebol MUNDIAL, traduzindo ao português significa: "Chamas do fogão ardem eternamente". O assunto hoje no alvinegro poderia ser um possível racha no elenco, a derrota para o Estudiantes(ARG), entre outros, mas o órgão mais respeitado em termos de futebol, preferiu homenagear o Botafogo e mostrar ao mundo toda a sua imensidão.

O texto começa falando de como foi a fundação do glorioso, o tempo que tem de história e alguns dados estatísticos, como a maior goleada do futebol brasileiro (24 a 0 no Mangueira), o maior período de jogos invicto, foram 52 jogos, apesar de estar 42 no texto e o time que mais cedeu jogadores a seleção brasileira, 46 ao todo. Há um relato também da origem das cores do Botafogo, copiadas da Juventus(ITA) e os 60 times que surgiram de Cabo Verde à República Checa, nomeados em honra ao fogão.


O texto segue contando a história da fundação com seus idealizadores, Flávio Ramos e Emmanuel Sodré, e relata a conquista do campeonato carioca de 1906 que foi reconhecido após 89 anos da conquista. O campeonato carioca de 1910 não foi esquecido, ano em que o Botafogo ficou conhecido pelo apelido de "The Glorious", O glorioso, por ter feito 65 gols. Carvalho Leite é mencionado por sua fidelidade, chegou ao Botafogo com 18 anos, ficou lá por 11 temporadas e marcou 275 gols.

A dupla Nílton Santos e Garrincha é tratada como OS MAIORES JOGADORES DE TODOS OS TEMPOS junto de craques como Didi, Quarentinha, Zagallo, Amarildo e Paulinho Valentim, compôs a sinfonia mais vigorosa na história do clube, vencendo, em grande estilo, os Campeonatos Cariocas de 1957, 1961 e 1962, quando eles também venceram o Torneio Rio-São Paulo, o único time a pará-los foi o Santos de Pelé.

Os 21 anos sem título de expressão são citados como uma fase negra, mas quando o jejum foi quebrado, em 89 com gol de Maurício, a porteira se abriu e vieram os título da Conmebol, em 93 e do solitário campeonato brasileiro de 1995. Ao citar o ídolo Túlio Maravilha, o texto faz reverencia a mística da camisa 7, diz que os outros três clubes (Flamengo, Fluminense e Vasco) tem a camisa 10 como ídolo, mas no Botafogo o número principal é o 7. E esse é apenas mais um ingrediente da "sedutora individualidade" do Glorioso.

Os tempos mais recentes são lembrados pelo "namoro" com a segunda divisão nos anos de 1999, 2000 e 2001, caindo em 2002 e voltando de forma magnífica no ano seguinte. O título mais recente, campeonato carioca de 2006 é creditado a Lúcio Flávio e Dodô. Ao falar da estrutra, o Engenhão é citado como "um dos estádios mais impressionantes na América do Sul".

Os principais jogadores: Carvalho Leite (1930-40), Heleno (1940-47), Nilton Santos (1948-64), Garrincha (1953-65), Quarentinha (1954-64), Paulinho Valentim (1956-60), Didi (1956-59, 1960-63), Zagallo (1958-66), Amarildo (1959-62), Manga (1959-68), Jairzinho (1962-74, 1981), Gerson (1964-69), Paulo Cesar Caju (1967-71), Mauricio (1986-87, 1989), Tulio (1994-96, 1998, 2000).

Roberto Miranda, Nilo, Dino Costa, Mendonça e outro tantos mais não foram mencionados pois iriam ocupar muito espaço na página. O texto termina com as principais conquistas. OBRIGADO, FIFA. Agora tenho, mais do que nunca, a certeza que torço para um time imenso. A FIFA sim, uma entidade séria que sempre organiza da melhor maneira possível os seus campeonatos, diferentemente de certas confederações que tem dúvida sobre alguns de seus campeões e protegem seus queridinhos.

Saudações Alvinegras.

6 comentários:

Vinícius Barros disse...

O nosso presente está ridículo, nessas horas é melhor lembrar nosso glorioso passado mesmo!!!

Abs!

Warley Morbeck disse...

Parabéns pelo belo passado


Warley Morbeck
http://flamengoeternamente.blogspot.com
http://eternabola.blogspot.com

Saulo Milleri Biral disse...

Pelo menos uma coisa boa para ler a respeito do Botafogo. Só o passado mesmo para trazer um sorriso.

Aldevan Junior disse...

Caramba, esta denominação de o Bota é fogo e o resto é conza é do tempo do Nilton Santos...

Olha, a FIFA reconhecer a grandeza do Botafogo não é nada mais do que a sua obrigação. Poxa,um time que revelou nada mais, nada menos, que Garrincha, Nilton Santos, Jairzinho...

O problema, é que a FIFA considera mais os clubes da Europa do que os do Brasil.

Fernando disse...

Mais do que justa esta homenagem da Entidade maior do esporte ao Glorioso Botafogo F.R. clube de grandes tradições, de grandes jogadores e um dos maiores clubes do mundo.
Minha homenagem a este fato vai ser na coluna "do fundo do baú" uma postagem homenageando um dos seus maiores jodores nada mais nada menos do que o imortal Nilton Santos.
Abraços

Jorge Costa disse...

Desculpe
Saiu com Fernando pois estava logado nele
Abraços