A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Pecado capital

Mesmo atuando na defesa durante todo o jogo, o Vasco não resistiu a pressão do Grêmio em um Olímpico lotado e perdeu por 2x1. Com o resultado, o time se manteve na 14º posição, ainda há 3 pontos da zona de rebaixamento. O gol vascaíno foi marcado por Alan Kardec.

Sabendo da força do adversário em seu campo, Tita armou um ferrolho defensivo. Somente os três zagueiros do Grêmio tinham espaço e da intermediária para frente, pouco eles conseguiam armar. A melhor opção eram as jogadas aéreas, todas cortadas pela defesa do Vasco. A melhor chance da primeira etapa foi do Grêmio, em bom chute de fora da área de Souza para grande defesa de Tiago. O bom colombiano Perea se lesionou e deu lugar a Soares, que até pouco tempo andava renegado no Olimpico.

No segundo tempo, o Grêmio repetiu a fórmula das bolas aéreas, mas dessa vez com sucesso. Antes dos 10 minutos, o centroavante Marcel saiu da área, levando a marcação. Cruzou para o baixinho Soares que cabeceou. Como Tiago é azarado, a bola bateu nas duas traves e entrou. Lance semelhante ao gol de Angelim na semifinal da Taça GB desse ano.

O Vasco foi obrigado a sair mais, porém esbarrou na forte marcação gremista. O gol só podia sair em bola parada. E saiu. Edu cruzou no segundo pau e em rara falha da zaga gremista, Alan Kardec subiu, Victor rebateu e o atacante marcou o gol de empate.

A felicidade durou pouco. E o gol de desempate veio em um erro capital. Eduardo Luiz se machucou em choque com Tiago e precisou ser atendido. O zagueiro estsva sentado do lado do gol na hora que o gol gremista saiu. E justamente no local onde ele deveria estar. Ele não estava e marcel apareceu sozinho para concluir a queima roupa. 2x1 e vitória gremista. Contra a bem postada defesa do time do sul, o Vasco nada conseguiu criar e saiu mesmo com a derrota.

Perder para o Grêmio em seu estádio Olímpico é um resultado normal e criticar a equipe seria injusto. O time se propôs a adotar uma postura de chamar o adversário e obteve êxito durante a maior parte do tempo. O contra ataque não funcionou, mas também a defesa não falhou. O Vasco jogou pra empatar em 0x0, o que seria um bom resultado, tamanha a quantidade de desfalques que o time tinha. O resultado não veio, mas o trabalho tem que continuar, para que os resultados positivos voltem e a idéia de rebaixamento desapareça de uma vez por todas.

Tita optou mesmo pelo retorno de Tiago ao time titular. Ainda prefiro o Roberto, mas ao menos ontem Tiago não teve culpa na derrota, apesar de exibir a habituald eficiência em cruzamentos na área.

Em um momento do futebol em que um jogador troca de clube por qualquer proposta que lhe pareça vantajosa e não faz questão de criar/manter laços com quem lhe dará carinho, Alcir Portella é um exemplo de dignidade e respeito ao esporte.

Ao vestir a camisa do Vasco durante anos, sendo capitão do time campeão brasileiro de 1974, ele honrou o Vasco e mostrou sua dedicação exercendo diversos cargos no clube. Chamado em momentos turbulentos, nunca se negou a colaborar e sempre o fez com profissionalismo.

O Vasco está de luto pela perda desta personalidade que exemplifica a história de garra e dedicação do Cruzmaltino. Fica o agradecimento de nós, vascaínos, por tudo o que ele fez.

Saudações vascaínas a todos!

Nenhum comentário: