A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

domingo, 21 de setembro de 2008

Botafogo é o "Robin Wood" brasileiro

Jorge Henrique disputa bola com Washington
Foto: Agência Estado

Torcedores do Glorioso,
Eu já havia avisado na postagem anterior. Não acredito mais nesses jogos "fáceis" que o Botafogo joga no campeonato, está sendo mais complicado vencer os times que brigam para não cair, do que os times que tentam uma vaga na Libertadores. O glorioso já venceu Grêmio, Cruzeiro e Palmeiras nesse campeonato, porém perdeu para Portuguesa e Náutico e deixou de vencer o Vasco. Tá feia a coisa contra os times da parte de baixo. Hoje foi 3 a 1 para a Lusa.

Essa história de ser Robin Wood já vem há décadas acompanhando o Botafogo, na época em que o elenco contava com Garrincha, Nílton Santos, Didi e outros, o Bota cansou de ganhar do Flamengo e perder do Madureira.

Na partida de hoje o alvinegro começou pressionando o adversário que apenas se defendia, as investidas com Wellington Paulista e Jorge Henrique não davam certo. No contra-ataque a lusa levava perigo com o experiente Athirson e com o oportunista Preto, mas Castillo pouco foi testado. O glorioso então chegou aos 29 minutos com um chute de fora da área de Carlos Alberto, André Luís defendeu.

O Bota mostrava que o gol era questão de tempo e a vitória também parecia certa, já que a Portuguesa não levava perigo real. Somente aos 33, quando Rai acertou o travessão num chute de fora da área, que a equipe Paulista acordou. Quem deu o golpe fatal foi o Botafogo, com Wellington Paulista, para alegria do familiares do jogador. Após jogada, Carlos Alberto escorou de cabeça para Wellington Paulista, também de cabeça, balançar a rede da Lusa. Fim do primeiro tempo 1 a 0 Botafogo.

Se o futebol fosse só 45 minutos, os três pontos estariam garantidos, mas ainda teria o longo segundo tempo pela frente e o Bota se perdeu. Aos 9 minutos, Fellype Gabriel, qua havia entrado no intervalo, aproveitou rebote de Castillo e garantiu o empate. O goleiro alvinegro se machucou no lance e deu lugar a Renan.

A equipe alvinegra ficou perdida no jogo, um simples passe de lado era difícil, o Botafogo estava irreconhecível. Edno recebeu lançamento e chutou forte, no canto esquerdo de Renan, fazendo o segundo. O lance gerou uma discussão entre Renato Silva e Thiaguinho, e logo em seguida o técnico Ney Franco substituiu o lateral por Alessandro.

O Botafogo, qua já havia perdido para a Portuguesa no primeiro turno, no Engenhão levou o terceiro com gol de Edno, o mesmo que havia feito o gol da vitória dos paulistas por 1 a 0 no Engenhão. O meio-campo recebeu lindo lançamento de Patrício, aos 38, avançou sem marcação, driblou Renan e decretou a vitória. Os torcedores da Lusa ficaram felizes com a vitória da Portuguesa e chamaram o Botafogo de freguês, mas o glorioso ainda luta pela Libertadores e a Lusa contra o rebaixamento.
PORTUGUESA 3 X 1 BOTAFOGO

Estádio: Canindé, São Paulo (SP)
Data/Hora: 21/9/2008 - 16h (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Auxiliares: Gilson Bento Coutinho (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR)
Renda/público: R$ 50.255, 00 / 4.634 pagantes
Cartões Amarelos: Preto, Rai e Ediglê (POR); Wellington Paulista, Triguinho, Jorge Henrique, Diguinho e Zé Carlos (BOT)
GOLS: Wellington Paulista, 41'/1ºT (0-1); Fellype Gabriel 9'/2ºT (1-1); Edno, 30'/2ºT (2-1) e Edno, 38'/2ºT (3-1)

PORTUGUESA: André Luis, Patrício, Bruno Rodrigo, Ediglê e Athirson; Erick (Aderaldo, 41'/2ºT), Carlos Alberto (Fellype Gabriel, intervalo), Preto e Rai; Edno e Washington (Vaguinho, intervalo) - Técnico: Estevam Soares.

BOTAFOGO: Castillo (Renan, 15'/2ºT), Thiaguinho (Alessandro, 31'/2ºT), Renato Silva, Édson e Triguinho; Diguinho (Zé Carlos, 27'/2ºT), Túlio, Lucio Flavio e Carlos Alberto; Jorge Henrique e Wellington Paulista - Técnico: Ney Franco.

Um comentário:

Vinícius Barros disse...

PQP... que timinho FDP!!! Mas não é só contra timeco, está decepcionando o tempo todo, a exemplo de Inter!!!

Ótima observação, o texto é realmente bom!

Abs e SA,
Vinícius!