A EQUIPE DO FC08 DESEJA A TODOS...
UM PRÓSPERO ANO NOVO!!

sábado, 14 de junho de 2008

Afogado no Beira-Rio

Vanderlei é marcado por Sidnei
Foto: Lancenet

Torcedores do Glorioso,

O Botafogo foi fazer sua primeira partida longe do Rio de Janeiro com Geninho no comando, o adversário era o Internacional, e o fogão caiu diante o colorado. Edinho e Adriano fizeram os gols da vitória dos gaúchos e Alessandro descontou para o Boafogo, já nos acréscimos.

Não tinha dado nem tempo de se acostumar com o clima do Sul quando Edinho marcou para o Inter, um chutaço do capitão colorado que percebeu Renan adiantado e marcou um golaço aos cinco minutos. O Botafogo ainda pressionou em busca do empate, mas levou o segundo aos 17, depois de uma bobeira da zaga, Adriano recebeu pela direita e bateu no meio das pernas de Renan.

O Glorioso voltou a ser melhor no jogo e encontrava um Internacional muito recuado. Então, os chutes de fora da área eram a melhor opção do momento, Túlio chutou de pé direito e Renan, em tarde inspirada, espalmou em escanteio. Ao final do primeiro tempo, Sidnei foi expulso por falta em Wellington Paulista.

Na volta do intevalo, Geninho colocou Túlio Souza e tirou Diguinho que estava pendurado, já no Inter, Tite colocou Orozco para recompor a zaga.

Desde o primeiro minuto da segunda etapa, o Botafogo sentiu-se em casa, era pressão total do glorioso enquanto o colorado mostrava sua força defensiva. A cada lance, o gol alvinegro amadurecia. Novamente os arremates de fora da área estavam sendo a arma do Botafogo, Lúcio Flávio chutou forte e Renan foi buscar a redonda quando ela se encaminhava para o ângulo direito.

Aos 28, o Botafogo reclamou um pênalti de Orozco após lance de Wellington Paulista, nada marcado pelo árbitro. Seis minutos depois iria acontecer um lance sensacional em solo gaúcho, Lúcio Flávio levantou bola na área, Édson subiu mais alto que a defesa e cabeceou para uma defesa espetacular do goleiro Renan. Para passar pelo goleiro do Inter, o Botafogo teve que fazer uma jogada irregular, Túlio Souza chutou da entrada da área, a bola explodiu no travessão e Vanderlei, estreante da noite, escorou de cabeça para o gol em posição irregular, impedimento marcado pelo auxiliar.

Somente aos 47, o Botafogo superou a marcação colorada, Lúcio Flávio levantou a bola na área e Alessandro completou de peixinho para o gol. Não havia tempo para mais nada e o alvinegro saiu derrotado.

INTERNACIONAL 2 x 1 BOTAFOGO

Estádio: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data/hora: 14/6/2008 - 16h10min (de Brasília)
Árbitro: Salvio Spínola Fagundes Filho (Fifa-SP)
Auxiliares: Ednilson Corona (Fifa-SP) e Vicente Romando Neto (SP)
Renda/público: R$ / pagantes
Cartões amarelos: Guiñazu, Ricardo Lopes, Sidnei e Magrão(INT); Diguinho (BOT)Cartões vermelhos: Sidnei (INT)
GOLS: Edinho, 6/1ºT (1-0); Adriano, 17/1ºT (2-0); Alessandro, 47/2ºT (2-1)

INTERNACIONAL: Renan, Ricardo Lopes, Indio, Sidnei e Marcão; Edinho, Guiñazú, Magrão e Andrezinho (Orozco, intervalo); Gil e Adriano. Técnico: Tite.

BOTAFOGO: Renan, Renato Silva, Leandro Guerreiro e Édson; Alessandro, Diguinho (Túlio Souza, intervalo), Túlio, Lucio Flavio e Zé Carlos (Eduardo, 13/1ºT e ); Wellington Paulista e Vanderlei. Técnico: Geninho.

Nenhum comentário: